Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
30/04/2021 | 19:50 - Amazonas / Polícia

Seap promove palestras sobre hipertensão arterial para o público carcerário

FOTOS: Divulgação/Seap

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, comemorado no dia 26 de abril, é dedicado à conscientização da importância do diagnóstico preventivo e tratamento da doença. Em alusão à data, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) está promovendo um ciclo de palestras sobre o tema para o público carcerário.
 
A ação, supervisionada pela Coordenadoria de Saúde do Sistema Prisional do Amazonas (CSSPAM), conta, inicialmente, com o apoio da cogestora Reviver Administração Prisional Privada, empresa responsável por levar a palestra a três unidades prisionais, até o momento. 
 
Na quinta-feira (29/04), 20 internos da Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) puderam participar da ação. Nesta sexta-feira (30/04), foi a vez das reeducandas da Penitenciária Feminina de Manaus (PFM) e do Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF). Ao longo da próxima semana, mais unidades prisionais serão contempladas. 
 
Ao término da palestra informativa, a equipe de profissionais de saúde da unidade realiza a aferição de pressão dos apenados e uma orientação individualizada. “Pessoas hipertensas apresentam um risco maior de sofrerem infartos e desenvolverem problemas cardiovasculares. Com isso as ações de combate à hipertensão se mostram cada vez mais eficientes para prevenir outras doenças”, destacou a enfermeira do Centro Feminino de Estudo e Capacitação (Cefec), Alana Muniz. 
 
Os internos diagnosticados com hipertensão recebem todos os cuidados recomendados pelas instituições de saúde, conforme informa a coordenadora da CSSPAM, Alyne Botelho. "O tratamento deles é contínuo e segue conforme a prescrição médica. Além disso, fornecemos uma alimentação hipossódica e consultas regulares para acompanhar a condição dos mesmos".
 

A hipertensão não tem cura, mas pode ser tratada e controlada com o uso de medicamentos, alimentação saudável, controle de estresse, prática de exercícios físicos e outros. A conscientização sobre a doença é importante pois influencia as pessoas a adotar um estilo de vida mais saudável. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2021 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença