Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
17/11/2020 | 19:00 - Amazonas / Notícias

Prefeitura entrega cestas básicas a indígenas de comunidade ribeirinha

Fotos – Karla Vieira / Fundo Manaus Solidária

 
 
A campanha “Abraço Solidário na Pandemia”, da Prefeitura de Manaus, beneficiou nesta terça-feira, 17/11, a comunidade indígena Aldeia Wirawusu do Abelha, localizada na margem esquerda do Tarumã-Mirim, com a entrega de 30 cestas básicas. A ação integra as ações da campanha, coordenada pelo Fundo Manaus Solidária, em parceria com o governo francês, que já contemplou mais de 8 mil famílias em situação de vulnerabilidade.
 
"Além da pandemia, a zona rural sofre com a seca, por isso é tão importante que estejamos fazendo esta ação. No início da pandemia, o prefeito Arthur Neto fez um apelo aos líderes mundiais, para que ajudassem nossa cidade a superar esse momento crítico. O governo da França nos estendeu as mãos e iremos distribuir mais de 15 mil cestas básicas para nossa população, até o fim deste ano", afirmou a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro.
 
Distante 6 quilômetros da capital, a comunidade indígena é formada por famílias de 12 etnias diferentes. Genys Cavalcante, cacique da comunidade e de etnia baré, informou que a pesca é a principal fonte de renda dos moradores e que, por conta da pandemia, a economia local foi diretamente afetada.
 
“Com a pandemia de Covid-19 tivemos que ficar em isolamento, o que impossibilitou muito o nosso deslocamento até a capital. Isso trouxe muitas dificuldades às nossas famílias, e essa ajuda vai ser fundamental para minimizar esses efeitos. Agradeço, em nome de todos, à Prefeitura de Manaus, por estar nos auxiliado neste momento”, disse.
Dificuldades
 
Elvira Sampaio, de etnia tariana, foi uma das beneficiadas com a entrega. Segundo ela, a maior parte das famílias da comunidade não possue um trabalho fixo e depende da pesca para se alimentar, fato que agravou a situação de vulnerabilidade em decorrência da pandemia.
 
“Essa cesta básica é muito bem-vinda, especialmente durante este período de seca, porque nesta época do ano precisamos andar mais de dois quilômetros para comprar comida, e isso dificulta tudo. Fico muito agradecida a vocês. Tenho duas filhas pequenas e essa alimentação vai ser muito importante para elas”, afirmou.
 
Swelen Souza, assistente social do Fundo Manaus Solidária, explicou que a campanha, realizada em parceria com o governo da França, possibilita que os grupos mais afetados pela pandemia possam ser auxiliados com a entrega dos kits, que são compostos por alimentos e itens de limpeza.
 
“Dando continuidade à entrega de cestas da campanha estamos na comunidade indígena Wirarusu com a intenção de amenizar a situação de vulnerabilidade, que afetou as famílias que aqui habitam, devido ao período de seca e de pandemia. Nosso objetivo é seguir oferecendo assistência às comunidades, que necessitam de apoio”, comentou.
 
-- -- --

Texto – Michele Gouvêa e Daniel Brito / Fundo Manaus Solidária 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2021 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença