Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
05/01/2021 | 18:30 - Amazonas / Ciência

Prefeito David Almeida quer garantir vacina contra a Covid-19 à população de Manaus

Foto – Dhyeizo Lemos / Semcom

Preocupado com o crescente número de novos casos de Covid-19 no município, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), anunciou, durante entrevista à rádio Band News, nesta terça-feira, 5/1, que irá buscar a aquisição da vacina contra o novo coronavírus, para combater a pandemia na capital. A pretensão é, além de aumentar a imunidade da população, garantir a vacina assim que for aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 “Estamos trabalhando para dar o medicamento, aumentar a imunidade da população, mas a nossa vontade maior é a aquisição das vacinas. Hoje à noite, tenho uma conversa com uma empresa privada, que tem a intenção de fazer a aquisição dessas vacinas assim que elas estiverem todas legalizadas e aprovadas na Anvisa”, revelou David Almeida.
 Além disso, o prefeito de Manaus também tem programado uma nova reunião com representantes do Ministério da Saúde (MS) para alinhar as próximas medidas que serão tomadas para conter a pandemia.
 “Estamos trabalhando para que possamos ser uma das primeiras cidades do Brasil a fazer a imunização. A Prefeitura de Manaus tem a expertise de fazer a campanha de vacinação, e já estamos fazendo planos para que tenhamos toda uma estrutura disponibilizada à população. Isso não é tão rápido assim, mas eu acredito que a cidade de Manaus, com as tratativas que estamos fazendo, tanto com o governo federal quanto com o estadual, além da iniciativa privada, possa dar esse passo”, afirmou o prefeito.
 Testagem em massa
Ainda nesta terça-feira, o prefeito David Almeida revelou à Rede de Televisão CNN Brasil, que já está planejando, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), uma testagem em massa na população, para que ocorra o aumento na eficiência dos atendimentos básicos de saúde.
“Nós temos 19 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) fixas e três unidades móveis, onde já estamos fazendo a testagem na população. Fiz contato com o Ministério da Saúde e vamos, ainda hoje, solicitar mais testes rápidos para ampliar a cobertura. Assim, podemos fazer o tratamento precoce, para que a doença não possa evoluir”, finalizou.
 Texto – Thiago Fernando / Semcom

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2021 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença