Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
18/03/2021 | 10:15 - Amazonas / Cidades

Libras é a opção de empreendedora para interagir com comunidade surda

Foto: Tiago Orihuela Supcom ALE-RR

A língua de sinais é um dos cursos virtuais oferecidos, gratuitamente, pela Assembleia Legislativa 
 
A empatia moveu a personal chef na área da gastronomia, Maíra Magalhães, de 40 anos, em aprender libras (Língua Brasileira de Sinais) para se comunicar com pessoas surdas. Ela faz parte do curso virtual da Escola do Legislativo (Escolegis). As aulas começam nesta quinta-feira (18).  
 
Saber se comunicar nessa língua é um anseio antigo da Maíra, mesmo não convivendo com pessoas surdas em casa. Ela trabalha elaborando cardápios, na produção de pratos e promove treinamentos. “Como quebrar uma barreira na comunicação com os demais? Sempre tive essa curiosidade. Essa vontade, se eu tenho empatia pelo outro, se eu tenho que me colocar no lugar do outro, então porque não começar a aprender como posso chegar no outro?", pontua. 
 
Neste ano, ela percebeu a necessidade de aprender Libras ou outras habilidades para promover a inclusão social. Ela foi auxiliar na aplicação de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). De última hora, sem preparo, Maíra trabalhou em uma sala para pessoas com deficiência, pois alguns profissionais especializados faltaram por conta da pandemia da covid-19.  “Acho que a sensação que me deu naquele dia da prova foi a mesma sensação de quando a gente vê uma criança que pede ajuda para andar e você vai com toda vontade para ajudar, foi uma motivação”, acrescenta.  
 
A personal chef se inscreveu em Libras da Escolegis nesta semana. “Eu vi o curso, a chamada na internet, vou fazer e começar do básico, eu não sei nada, só tenho a curiosidade e a vontade de aprender”. Mesmo começando, Maíra adiantou que produzirá vídeos na área da gastronomia para as redes sociais, com interpretação da língua.  
 
Para essa modalidade, a Escola ofertou 727 vagas, gratuitamente, com direito a certificação. “Primeiramente vamos aprender como se comunicar com uma pessoa surda, começando pelo nível básico. Vamos aprender os alfabetos, os números, as saudações, assim como no presencial aprendemos também”, explicou a professora Cláudia Borges.  
 
Os alunos terão acesso aos vídeos, material didático e exercícios. Além disso, poderão tirar dúvidas com a professora pelo fórum. Desde o mês de abril, do ano passado, 1.965 pessoas aprenderam Libras a distância. Assim como os servidores da Defensoria Pública do Estado de Roraima, para promover um atendimento mais acessível. 
 
As aulas de Educação Especial, Marketing para Redes Sociais, Técnicas para Garçons, Auxiliar Administrativo Comercial, Auxiliar Administrativo de Departamento Comercial, inglês e Espanhol, também iniciaram.  
 
Como acessar as aulas? 
 
O aluno deve acessar o site da Assembleia Legislativa (https://al.rr.leg.br/), clicar no banner "EAD Escola do Legislativo". Ou pelo site da escola (https://escolegisrr.eitvcloud.com/signin). O login é o número do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) acompanhando @escola.al.rr.leg.br. A senha são os seis números do CPF.  
 

Texto: Vanessa Brito  

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2021 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença