Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
01/04/2021 | 19:25 - Brasil / Política

Deputado quer que Câmara reveja aumento do valor de reembolso

Foto: Marcelo Casal/ABr

Em ato, presidente Arthur Lira aumentou em mais de 170% a quantia de devolução de despesas médicas de parlamentares

O deputado federal Léo Moraes (Podemos-RO) protocolou nesta quinta-feira (1º) requerimento para que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reconsidere o aumento dado de mais de 170% no valor de reembolso de gastos com saúde dos parlamentares.
“Não achamos razoável, com as milhares de mortes de brasileiros inclusive por não conseguir atendimento médico hospitalar na rede pública, o Poder Legislativo, em vez de cumprir o seu papel de dar o exemplo, acabe por aumentar despesas”, afirmou Moraes.
“Esperamos que a Mesa Diretora busque o entendimento para readequarmos as despesas constantes do ato 185. Ressaltamos, que de antemão, não iremos utilizar os valores constantes do aumento em nossa cota parlamentar”, acrescenta.
O ato, publicado por Lira na segunda-feira (29), aumenta de R$ 50 mil para R$ 135 mil (reajuste de 170,8%) o valor do reembolso de despesas de saúde objeto de análise da segunda-vice-presidência. Caso a quantia seja maior, se faz necessária análise de toda a Mesa Diretora.
Lira justificou que o valor anterior estava defasado. Segundo o documento, o novo limite não criará ônus adicional para a Câmara dos Deputados.

“Essa atualização corrigirá a natural defasagem monetária de um valor fixado no ano de 2015 e proporcionará maior agilidade no atendimento às demandas relativas ao reembolso de despesas com saúde por parte dos senhores deputados. De fato, com a implementação do novo limite, ter-se-á como consequência um menor número de processos sujeitos à deliberação pela Mesa Diretora, descongestionando a pauta das reuniões mediante deliberação pelo próprio segundo-vice-presidente”, diz o ato. 

 

SOU CONTRA AUMENTAR DESPESAS DE SAÚDE COM DEPUTADOS

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, aumentou em 170% o valor do reembolso de despesas de saúde de parlamentares federais, passando de R$ 50 mil para R$ 135 mil.

Esse valor já era alto. Eu nunca usei, pois os deputados já têm plano de saúde, que cada um paga. Eu pago o meu.

Sou contra aumentar privilégios aos parlamentares. Não há necessidade, principalmente, neste momento em que o país passa por uma grave crise sanitária, com o agravamento da pandemia da Covid-19.

Deputados têm que se preocupar com a população, e agora com a vacinação, cobrando mais agilidade. Devem se preocupar com os desempregos, lutando por um auxílio mais justo - eu continuo defendendo o retorno dos R$ 600; e por auxílio às micro e pequenas empresas, para que possam voltar a trabalhar com mais segurança e ter o mínimo de renda para sustentar suas famílias.

Zé Ricardo

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2021 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença