Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
09/07/2020 | 22:05 - Amazonas / Saúde

Covid-19: HPS Delphina Aziz chega à milésima alta médica

FOTOS: Arthur Castro/Secom

 
 
O Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz, unidade referência no Amazonas para tratamento do novo coronavírus, realizou nesta quinta-feira (09/07) um grande “Corredor da Vitória” para comemorar a milésima alta médica de paciente curado da doença. A unidade, localizada na zona norte da capital, teve a primeira alta registrada no dia 27 de março e chegou a ter 100% de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI.
 
O corredor faz parte de um dos fluxos internos implantados na unidade. A iniciativa tem como objetivo exaltar aqueles que passaram pela internação e permitir um momento de agradecer aos profissionais, como a médica clínica Liciane Gomes, que se emocionou com o anúncio da milésima alta.
 
“Felicidade. Só nós, profissionais da saúde, sabemos o que passamos, momentos tristes, muito, muito tristes. Mas hoje, na milésima alta, nessa unidade, que tem profissionais incansáveis, incansáveis, que se doam pro paciente como se fosse o pai e a mãe deles, sabe? Então, hoje é só gratidão, só felicidade. Sentimento de dever cumprido, e a gente está aí na luta para o que der e vier”, afirmou.
 
Desde abril deste ano, o hospital passou a ser exclusivo para internação de pacientes com Covid-19 transferidos de outras unidades hospitalares da capital e do interior do estado. A transferência desses pacientes é regulada pelo Sistema de Transferência de Emergência Regulada (Sister) da Secretaria de Estado de Saúde (Susam). Atualmente, a unidade possui 350 leitos, sendo 100 leitos de UTI e 250 de leitos clínicos.
 

Capacidade ampliada – Desde o início da pandemia, o Governo do Estado, com o apoio do Governo Federal, fez investimentos para ampliar a capacidade de atendimento no hospital. O número de leitos teve aumento de 166,7%. Antes, o hospital contava com 132 leitos, dos quais 50 eram de UTI. Atualmente são 350 leitos, entre clínicos e de terapia intensiva. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença