Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
18/09/2018 | 10:32 - Amazonas / Turismo

PA. Çairé 2018: Campanha ambiental alerta para os cuidados com as praias

Divulgação

A secretária municipal de Meio Ambiente, Vânia Portela, explicou que tendo em vista o elevado número de turistas que vão para o Çairé 2018 e os problemas recorrentes nos anos anteriores, o órgão ambiental tomou a iniciativa promovendo a mobilização com o objetivo de chamar a atenção da população para o uso consciente dos recursos naturais de Alter do Chão.

 

A campanha ambiental "A praia é nossa. O lixo é seu" vai abordar durante o Çairé 2018 temas relacionados aos cuidados ambientais com as praias, especialmente quanto a destinação correta dos resíduos. A ação é da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), em parceria com a Unama - Centro Universitário da Amazônia e com a equipe de Educação Ambiental do Parque da Cidade.

Na Vila balneária de Alter do Chão serão instaladas lixeiras ecológicas, ocorrerá a distribuição de mudas de árvores, as equipes de educadores ambientais farão a abordagem corpo a corpo com o turista levando informações sobre diversos temas socioambientais e aproximadamente 200 pessoas que trabalham com os serviços de catraia, lancha e barraca usarão camisas e bonés com o tema da mobilização. Além disso, bandeirões e balões serão instalados nas praias chamando a atenção do banhista para preservação do local.

A secretária municipal de Meio Ambiente, Vânia Portela, explicou que tendo em vista o elevado número de turistas que vão para o Çairé 2018 e os problemas recorrentes nos anos anteriores, o órgão ambiental tomou a iniciativa promovendo a mobilização com o objetivo de chamar a atenção da população para o uso consciente dos recursos naturais de Alter do Chão.

"Além da questão do descarte correto do lixo, vamos abordar temas como a poluição sonora, balneabilidade e proibição de veículos e animais nas praias. Antes de tudo, é preciso respeitar o meio ambiente e consequente o próprio ser humano, agredir o lugar em que vivemos é agredir a nós mesmos", destacou Vânia Portela. 

Assessoria de Imprensa

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença