Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
13/08/2018 | 09:48 - Pará / Saúde

PA . Prefeitura de Santarém traça plano de atendimento à saúde em aldeias indígenas da região

G1

A secretária de Saúde, Dayane Lima, explicou que ouvir as reivindicações desse público é muito importante, já que a saúde indígena é também uma prioridade da atual gestão municipal. Ela ressaltou que embora a responsabilidade da manutenção e serviços à saúde indígena seja do governo federal, através do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) ligado à Sesai, o governo municipal, através da Semsa, não medirá esforços para manter as parcerias que forem necessárias para atender essa população. "A Semsa é parceira e vamos trabalhar em conjunto para atender não só a população ribeirinha, mas também a população indígena de nossa região", salientou.

 

Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), reuniu com indígenas das regiões do Tapajós, Arapiuns e planalto, na sede da Casa de Apoio à Saúde Indígena (Casai) em Santarém, nos dias 9 e 10 de agosto, para tratar sobre as reivindicações dos índios de melhorias na saúde e educação, com um melhor acesso aos serviços.

Além da presença da Secretária Municipal de Saúde, Dayane Lima, a reunião também contou com a participação de representantes do Ministério Público Federal (MPF), da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e das etnias abrigadas nas reservas Tapajós e Arapiuns e na região do Planalto.

Na área da saúde, os indígenas pedem um melhor atendimento e acompanhamento por parte das equipes multidisciplinares de saúde indígena. Solicitam ainda um esquema de vacinação constante nas aldeias e serviços de ambulancha para a remoção de pacientes.

A secretária de Saúde, Dayane Lima, explicou que ouvir as reivindicações desse público é muito importante, já que a saúde indígena é também uma prioridade da atual gestão municipal. Ela ressaltou que embora a responsabilidade da manutenção e serviços à saúde indígena seja do governo federal, através do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) ligado à Sesai, o governo municipal, através da Semsa, não medirá esforços para manter as parcerias que forem necessárias para atender essa população. "A Semsa é parceira e vamos trabalhar em conjunto para atender não só a população ribeirinha, mas também a população indígena de nossa região", salientou.


Algumas das providências que já estão sendo tomadas para atender os indígenas são o repasse, nos próximos dias, de uma ambulancha em definitivo para a comunidade de São Pedro no Arapiuns. Outras ambulanchas que estavam em manutenção já estão no cronograma para serem devolvidas à região do Tapajós, já no mês de outubro.

A Equipe de Saúde da Família (ESF) fluvial da Semsa esteve percorrendo as aldeias do Tapajós nos meses de junho, julho e neste mês de agosto e o cronograma de visitas às comunidades indígenas da região do Arapiuns será iniciado logo na primeira quinzena do mês de setembro, em parceria com a equipe de saúde indígena da Casai que entra com a contrapartida de medicamentos e outros insumos e também com o apoio da Ufopa.

Nessas visitas, os indígenas recebem atendimento médico, odontológico, fazem exames, são vacinados, participam de palestras educativas, fazem testes rápidos para detecção de doenças, ou seja, são contemplados com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes.

Ambulanchas

A Semsa ja entregou mais uma ambulancha no mês de julho para a região do Arapixuna e até o final deste mês de agosto, deve entregar outra para o Curuai, região do Lago Grande. Elas estavam com problemas e tiveram que passar por manutenção para serem devolvidas às comunidades. 

Assessoria de Imprensa

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença