Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
03/01/2019 | 09:04 - Internacional / Mundo

Mundo . Declaração Unviversal dos Direitos Humanos completa 70 anos

Divulgação

Defendemos o direito à liberdade de expressão, denunciando ataques a jornalistas e trabalhando para manter a internet como um espaço de diálogo livre. Todas as pessoas devem aproveitar os benefícios do progresso científico e sua aplicação. O direito à água e ao saneamento e a um oceano limpo que proteja os meios de subsistência são de importância vital para os direitos humanos e estão entre as nossas principais prioridades. A UNESCO também protege e promove a liberdade cultural fundamental, nossa herança compartilhada e formas contemporâneas de expressão, que são as manifestações mais elevadas de nossa humanidade comum.


A Declaração Universal dos Direitos Humanos incorpora o eterno anseio da humanidade pela liberdade, justiça e dignidade. Não é o produto de uma única cultura ou tradição, mas uma base comum para todos os indivíduos levarem uma vida plena e para todos os povos e todas as nações viverem em paz. Este ano, celebramos 70 anos desde que as nações do mundo se reuniram para definir esse conjunto abrangente de direitos que são inerentes, inalienáveis e universais à humanidade.

Muitos desses direitos sustentam a promessa da constituição da UNESCO de “oportunidades plenas e iguais de educação para todos, na busca irrestrita da verdade objetiva, e no livre intercâmbio de ideias”. Por meio da educação, das ciências, da comunicação e da cultura, nossa missão é incutir valores de paz e valores humanistas nas mentes de homens e mulheres.

Essa missão é tão importante agora como quando a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi endossada pela comunidade internacional, quando o mundo se reconstruiu dos escombros e do trauma de duas devastadoras guerras mundiais. Nosso trabalho está expandindo o direito a oportunidades educacionais para aqueles que foram deixados para trás, particularmente mulheres e meninas. À medida que o mundo se prepara para aprovar dois novos Pactos Globais que defendem os direitos dos refugiados e migrantes, a UNESCO também está expandindo seus esforços para ampliar as oportunidades educacionais para essas populações.

Defendemos o direito à liberdade de expressão, denunciando ataques a jornalistas e trabalhando para manter a internet como um espaço de diálogo livre. Todas as pessoas devem aproveitar os benefícios do progresso científico e sua aplicação. O direito à água e ao saneamento e a um oceano limpo que proteja os meios de subsistência são de importância vital para os direitos humanos e estão entre as nossas principais prioridades. A UNESCO também protege e promove a liberdade cultural fundamental, nossa herança compartilhada e formas contemporâneas de expressão, que são as manifestações mais elevadas de nossa humanidade comum.

Infelizmente, mais uma vez no nosso tempo, os direitos humanos estão sob ameaça. Em todo o mundo, vemos quão facilmente elas podem ser deixadas de lado por estereótipos desumanizadores e pelo surgimento de discursos intolerantes. Conflito, extremismo violento e desastres naturais podem causar o caos, minando os direitos dos mais vulneráveis da sociedade. As tecnologias emergentes, particularmente a inteligência artificial, também representam um perigo potencial se não forem desenvolvidas com total respeito pelos direitos humanos. Devemos permanecer sempre vigilantes de que o progresso feito nos últimos 70 anos seja mantido, e que a UNESCO continue a ser o principal laboratório internacional de ideias para enfrentar esses desafios.

Eleanor Roosevelt, uma das principais autoras da Declaração Universal dos Direitos Humanos, disse certa vez: “você não tem apenas o direito de ser um indivíduo, você tem a obrigação de ser um. Você não pode dar nenhuma contribuição útil na vida, a menos que você faça isso”. Neste importante aniversário, que cada um de nós use esse direito para contribuir com os direitos humanos para todos. 

Unesco

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença