Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
23/01/2017 | 22:00 - Mato Grosso / Economia

Mato Grosso. Governo e concessionárias discutem viabilidade da ferrovia que ligará Rondonópolis a Cuiabá

GcomMT/Maria Anffe

“Estamos otimistas com os avanços. A ALL está demostrando bastante interesse na proposta do Governo em expandir os trilhos para Cuiabá, e posteriormente à região Médio Norte do Estado. Este é apenas mais um passo que a gente dá, um passo de uma longa caminhada iniciada pelo governador Pedro Taques, para que a gente possa concretizar esse sonho de muitos anos”, ressaltou o secretário.

O govenador Pedro Taques recebeu nesta segunda-feira (23) representantes de companhias do setor ferroviário para discutir a viabilidade de ampliação da Ferrovia Vicente Vuolo, do trecho que liga Rondonópolis a Cuiabá. Conforme o projeto inicial, a extensão será de aproximadamente 600 quilômetros passando por Rondonópolis e posteriormente chegando a Sorriso, com investimento de R$ 5 bilhões.

“A empresa tem um compromisso com o desenvolvimento de Mato Grosso. Temos um terminal em Rondonópolis que conecta o Estado ao Porto de Santos, que é fundamental para o escoamento de grãos nacional, e o governador nos pediu um estudo para extensão da ferrovia. Temos agora o compromisso de viabilizar”, explicou o diretor para assuntos Regulatórios e Institucionais da Rumo – ALL do Grupo Cosan, Guilherme Penin.

O próximo passo será elaborar estudo técnico e um projeto executivo contendo o traçado e relevo. “O desafio de engenharia é técnico. Não é uma obra simples, por se tratar da construção de algo de qualidade e é esse o processo que estamos começando agora para que se tenha o melhor traçado”, pontuou Guilherme.

O governador Pedro Taques assegurou que não medirá esforços para a execução do projeto, mas terá cautela para que os trâmites sejam cumpridos.

“Como governador, vou defender a chegada da ferrovia e não hesitarei em caminhar para encontrar um denominador e fazer com que ela se torne realidade o mais rápido possível”, afirmou Taques.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Marcelo Duarte, o projeto será discutido também em audiências públicas em São Paulo e Brasília, ainda esta semana. 

 

Os recursos para ampliação da ferrovia devem ser provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ou recursos próprios da América Latina Logística (ALL).

“Estamos otimistas com os avanços. A ALL está demostrando bastante interesse na proposta do Governo em expandir os trilhos para Cuiabá, e posteriormente à região Médio Norte do Estado. Este é apenas mais um passo que a gente dá, um passo de uma longa caminhada iniciada pelo governador Pedro Taques, para que a gente possa concretizar esse sonho de muitos anos”, ressaltou o secretário.

Para o presidente do Fórum Pró-Ferrovia em Cuiabá, Francisco Vuolo, a expansão até Cuiabá proporcionará rentabilidade e modernização da linha ferroviária.

Fonte: mt.gov.br

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença