Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
13/06/2018 | 07:49 - Internacional / Esporte

Copa 2018 . Dias antes da estreia na Copa, Lopetegui é demitido da seleção espanhola

Getty Images

“Sinto-me próximo aos jogadores e Julen. Eu conversei com eles e posso garantir que os jogadores e a comissão técnica nova farão todos os esforços, mas a situação é muito complicada. Não posso chegar aqui e falar que a situação não é difícil, pois é muito complicada”, falou o presidente.

 

Julen Lopetegui está demitido do comando técnico da Espanha. Seu desligamento foi anunciado nesta quarta-feira, após reunião envolvendo o presidente da Federação espanhola Luis Rubiales, os zagueiros Sergio Ramos e Piqué, o meio-campo Iniesta e o próprio agora ex-técnico da Fúria.

O que causou o desligamento do treinador às vésperas da Copa foi o anúncio de que ele assumirá o Real Madrid quando o mundial se encerrar. O fato de o Real Madrid não ter procurado a Federação espanhola para realizar as negociaçōes irritou a entidade, que optou por demitir o treinador dias antes da estreia da seleção na maior competição de futebol do planeta.

“Se alguém quer estabelecer um relacionamento com alguém da Federação, tem que falar com o trabalhador e também com a Federação. É básico, porque é a equipe de todos os espanhóis, uma Copa do Mundo é a data máxima. Não podemos ficar de fora de uma negociação de um dos seus trabalhadores e descobrir cinco minutos antes de um anúncio público. Fomos forçados a agir”, disse o presidente Luis Rubiales.

A decisão veio a conhecimento do público na coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira, na Rússia (Manhã de quarta-feira no Brasil). O treinador tinha tido seu contrato com a Espanha renovado até 2020, poucos antes da divulgação de seu desligamento.

O momento em que a demissão ocorreu, a dois dias da estreia da Espanha na Copa do Mundo, provocou tensão nos espanhóis. Luis Rubiales reconheceu o clima de apreensão, mas procurou passar confiança em relação aos novos rumos da seleção.

“Sinto-me próximo aos jogadores e Julen. Eu conversei com eles e posso garantir que os jogadores e a comissão técnica nova farão todos os esforços, mas a situação é muito complicada. Não posso chegar aqui e falar que a situação não é difícil, pois é muito complicada”, falou o presidente.

O comandante da entidade máxima do futebol espanhol ainda não garante qual nome será o escolhido para estar à frente da seleção na Copa, mas admite estar cuidando do assunto: “Ainda não temos um nome, mas faremos isso o mais rápido possível. Amanhã teremos novidades”. 

Yahoo Esportes

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença