Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
29/04/2019 | 10:31 - Amazonas / Educação

Artigo. CARACTERÍSTICAS DOS JOVENS NO SÉCULO XXI

Divulgação

Portanto, para qualquer pessoas que deseja viver como um cristão autêntico na sociedade atual, deve ter uma fé inabalável, a exemplo de Davi, que foi um homem, segundo o coração de Deus, com disciplina, de oração e perseverança, e, acima de tudo, dedicado as Escrituras. Só assim não seremos reprovados por falta do temor, obediência e conhecimento dos preceitos sacrossantos. O mundo jamais entenderá nosso interesse pela Palavra de Deus, ela serve como bússola para encontrarmos o caminho do sucesso e da felicidade eterna. Fica aqui o nosso conselho. (O presente artigo teve a colaboração do jovem Alysson Viana).

 

Podemos dizer que cada século tem sua cultura, suas influências, vantagens e desvantagens. No século XXI, não é diferente, o conservadorismo clássico está se esvaindo assim como o reformismo; os que defendem os padrões dos bons costumes e a cultura clássica, são chamados de arcaicos ou antiquados, e os que defendem o liberalismo são chamados de modernos, entretanto o jovem cristão de hoje encontra-se inserido em um mundo de conflitos sobre diversidades ideológicas, onde ser cristão está relacionado ao modismo guiado por mensagens motivacionais, apenas para alimentar o ego, fazendo disso um falso preenchimento do vazio no coração, pois essas pessoas são conduzidas somente pela emoção, ou por uma onda do momento, e, quem está inserido neste contexto, encontra-se desprovido de sabedoria e da comunhão com Deus.

As gerações de hoje são forjadas em ambientes repletos de doutrinas ideológicas liberais, pois o acesso fácil a conteúdos da internet vem influenciando bilhões de pessoas. Essa mudança de cultura promove a quebra dos valores axiológicos e a decadência da humanidade nos diversos aspectos sociais, é só olhar a nossa volta e veremos os resultados dessa decadência. Os padrões dos bons costumes, para eles, são tidos como algo a ser ignorado ou inobservado, pois soa como algo retrógado, assim sendo, não combinam com os pensamentos liberais e revolucionários de cunho socialista que contrapõem os conceitos do conservadorismo, da ortodoxia puritana ou base judaico-cristã.

Na atualidade, com o imediatismo, causado pela facilidade de obter resultados fáceis, as relações interpessoais, no que consiste amar a Deus e ao próximo, ficaram obsoletas, pois os velhos costumes foram substituídos por jargões próprios, existe hoje um vocabulário novo e completamente diferente do que usávamos há pouco tempo. Palavras mudaram totalmente o seu sentido, algumas saíram de cena para dar espaço a outras, os velhos conselhos ficaram para trás e se tornaram anacrônicos.

A banalização do sexo faz com que as pessoas deixem de acreditar no amor, este foi substituído pela paixão e pelo prazer carnal, deixam também de acreditar em Deus, assim como nas relações interpessoais, pois atualmente as pessoas simplesmente ignoram o modo tradicional de relacionamento para interagirem com os equipamentos eletrônicos, então os velhos amigos não fazem mais parte do círculo de amizade, pois são substituídos pelo mundo virtual, como se isso resolvesse os problemas de caráter físico com uma simples clicada.

A essência do amor e da amizade é facilmente descartada no mundo de hoje, mas o status social, os bens materiais ou os currículos recebem toda atenção e admiração, em consequência disso muitos jovens buscam o fugere urbem, termo árcade da antiga Grécia relacionado à fuga da realidade, no qual as pessoas fugiam das cidades por causa da pressão social, para viver uma vida calma no campo. Porém, na época atual, os jovens buscam essa fuga da realidade com festas, bebidas e drogas; vivem uma ilusão momentânea que provoca ansiedade e a autodestruição, e até mesmo a depressão, caracterizada como mal do século. Augusto Cury diz: “o dinheiro compra bajuladores, mas não amigos; compra a cama, mas não o sono; compra os pacotes turísticos, mas não a alegria; compra todo e qualquer tipo de produto, mas não uma mente livre”.

Portanto, para qualquer pessoas que deseja viver como um cristão autêntico na sociedade atual, deve ter uma fé inabalável, a exemplo de Davi, que foi um homem, segundo o coração de Deus, com disciplina, de oração e perseverança, e, acima de tudo, dedicado as Escrituras. Só assim não seremos reprovados por falta do temor, obediência e conhecimento dos preceitos sacrossantos. O mundo jamais entenderá nosso interesse pela Palavra de Deus, ela serve como bússola para encontrarmos o caminho do sucesso e da felicidade eterna. Fica aqui o nosso conselho. (O presente artigo teve a colaboração do jovem Alysson Viana).

 O Autor, José de Arimatea é Escritor, Pastor Evangélico e Teólogo

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença