Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
16/02/2018 | 12:04 - Brasil / Economia

AM. Procon Manaus fiscaliza agência bancária da zona Norte

Anne Guedes

A lei municipal dispõe sobre a obrigatoriedade de concessionárias de serviços públicos de água, luz e telefone, agências bancárias e demais estabelecimentos de crédito colocarem, à disposição dos usuários, pessoal suficiente no tratamento digno e profissional a seus clientes.

 

 

O cumprimento da Lei Municipal 167/2005 – popularmente conhecida como ‘Lei das Filas’ – foi alvo de ação nesta quinta-feira, 15/2, pela Prefeitura de Manaus, por meio da Ouvidoria e Proteção ao Consumidor (Procon Manaus), em uma agência bancária da zona Norte. A fiscalização obedece a um cronograma criado a partir das denúncias registradas pela Central de Reclamações. A lei municipal dispõe sobre a obrigatoriedade de concessionárias de serviços públicos de água, luz e telefone, agências bancárias e demais estabelecimentos de crédito colocarem, à disposição dos usuários, pessoal suficiente no tratamento digno e profissional a seus clientes.

 

“Já havíamos recebido várias denúncias, dos usuários dessa agência por descumprimento da lei e o descaso com a população, que muitas vezes perde um dia inteiro para garantir seu atendimento”, disse o Gerente de Atendimento do Procon Manaus Fabricio Lima.

 

Durante a ação, a agência foi fiscalizada por não cumprir o tempo de atendimento estabelecido pela Lei das Filas, recebendo um auto de infração, além de ser orientada em relação às senhas de atendimento de gerência, abertura de contas, financiamentos, empréstimos e investimentos.

 

O Coordenador do Procon Manaus, Afonso Lins, informou que as denúncias foram recebidas durante o mês de fevereiro na Central de Reclamações. “Estamos realizando várias fiscalizações nas agências bancárias, com o objetivo de verificar se esses espaços estão respeitando o cumprimento da Lei das Filas. No fim do mês é comum que os bancos estejam superlotados por conta do pagamento salarial, porém a lei determina que nesses dias a espera seja de 25 minutos, e ainda assim não estava sendo cumprido”, observou.

 

Tempo de espera

A Lei das Filas estabelece um tempo máximo de 15 minutos de espera do consumidor em dias normais; 20 minutos de véspera ou após feriados e de 25 minutos em dias de pagamento dos servidores públicos. Em caso de descumprimento, a multa varia de R$ 25 mil a R$ 150 mil.

 

Denúncias

Os consumidores que se sentirem prejudicados em relação ao tempo de espera em filas devem entrar em contato com a Central de Reclamação do Procon Manaus no 0800 092 0111. As denúncias serão inseridas na estatística da Ouvidoria Municipal. Em seguida, será deslocada uma equipe de fiscais para averiguar a reclamação e constatada a irregularidade é lavrado o auto de infração. 

Fonte: Assessoria de Imprensa

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença