Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
19/08/2019 | 17:59 - Amazonas / Economia

AM. Por determinação de Wilson Lima, obras avançam em 48 municípios amazonenses

Erick Pereira - Secom

De acordo com o secretário da Seinfra, Carlos Henrique Lima, a atual gestão retomou obras que estavam paradas e que agora vão trazer melhorias para a população do interior. “As obras estão em plena execução em nosso Estado e serão finalizadas. Estamos trabalhando para cumprir os prazos determinados pelo governador Wilson Lima para melhorar o tráfego de veículos, o escoamento agrícola e a qualidade de vida das pessoas”.

 

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), está intensificando as obras em 48 municípios com a recuperação de sistema viário e ramais. Na capital, os trabalhos estão sendo realizados nos Anéis Sul e Leste, e na construção e recuperação de prédios nas áreas da saúde e segurança. Essa mobilização faz parte do pacote de obras lançado em março deste ano pelo governador Wilson Lima, direcionado para a infraestrutura dos municípios e da capital amazonense.

No interior do estado, a execução dessas vai garantir o direito de ir e vir dos cidadãos em suas cidades e no auxílio da produção agrícola das localidades, que estava se perdendo por falta de condições adequadas para o seu escoamento. As obras correspondem a 80% dos municípios do interior, incluindo a capital Manaus.

De acordo com o secretário da Seinfra, Carlos Henrique Lima, a atual gestão retomou obras que estavam paradas e que agora vão trazer melhorias para a população do interior. “As obras estão em plena execução em nosso Estado e serão finalizadas. Estamos trabalhando para cumprir os prazos determinados pelo governador Wilson Lima para melhorar o tráfego de veículos, o escoamento agrícola e a qualidade de vida das pessoas”.

Os municípios que estão com obras em andamento são: Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Autazes, Barcelos, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Caapiranga, Canutama, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Eirunepé, Envira, Fonte Boa, Guajará, Humaitá, Ipixuna, Itacoatiara, Itamarati, Itapiranga, Juruá, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Manicoré, Maraã, Maués, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Parintins, Pauini, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Santa Izabel do Rio Negro, Santo Antônio do Içá, São Gabriel da Cachoeira, São Sebastião do Uatumã, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Tabatinga, Tapauá, Uarini e Urucará.

AM-070 e Anel Viário – A Rodovia Manuel Urbano (AM-070), que liga a capital Manaus aos municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão, está com obras em todos os trechos da estrada. Até o final de 2019, deverá ser concluída a duplicação de mais 20 quilômetros. A Seinfra vem executando as obras nos Anéis Sul e Leste. O Governo do Estado vai entregar 50% das obras do Anel Viário Sul até o final desse ano. As obras do projeto – que interliga a avenida Santos Dumont, na zona oeste da capital, ao complexo José Henriques, no entroncamento com a avenida Torquato Tapajós – apresentam um percentual físico de 35% de execução.

As obras de construção e implantação do Anel Leste, que vai interligar o Distrito Industrial de Manaus ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, também foram retomadas pelo Governo do Estado. O projeto prevê uma ligação de 17,6 quilômetros entre a avenida Margarita, bairro Nova Cidade, zona norte de Manaus, e a alameda Cosme Ferreira, nas proximidades da Escola Agrícola, no Distrito Industrial II, zona leste da capital.

No local, ainda está em andamento a construção de oito galerias e passagens de fauna. Duas das quatro pontes projetadas para este trecho já estão prontas. De acordo com o projeto, o Anel Leste será implantado com duas pistas, tendo 10,80 metros de largura, com três faixas de 3,60 metros em cada uma. Os passeios laterais terão 3 metros de largura e canteiros com 5 metros. Ao longo do trecho serão implantadas 22 baias para paradas dos ônibus.

“A retomada de uma obra estruturante como a do Anel Leste reflete a determinação de um governo que se preocupa com a mobilidade urbana e com o bem-estar da população, promovendo a realização de obras de grande impacto na vida das pessoas”, explicou Carlos Henrique Lima.


 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença