Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
04/08/2019 | 10:26 - Amazonas / Esporte

AM. O Acesso que venceu a Xenofobia e a Passagem para a final da Série D que resgatou o orgulho de um povo!

Janailton Falcão

O destino reservou na jogada de Rossini a vaga na final histórica da série D. Depois de um lance rápido na entrada da aréa, a bola pegou claramene na mão do defensor da Jucuipense. Aí , coube ao Meia Hamilton bater o pênalti e sacramentar a vitória do Gavião do Norte. Com categoria, o meia do Manaus FC deslocou o goleiro e correu para o abraço.

 

Por Cristiano Góes,  PRA

 

Um jogo. Uma classificação. Um momento único para o futebol amazonense. A vitória do Manaus FC contra a Jacuipense na tarde deste sábado na Arena da Amazônia, pela semifinal da Serie D, fez o time manauara chegar a decisão do campeonato mais difícil da CBF.

Antes de falar da partida, emocionante até o fim. é preciso sim, valorizar a conquista do futebol amazonense. Mais de sessenta clubes começaram a Série D 2019. e depois de se classficar com louvor na primeira fase, o gavião do norte passou por três mata-matas(Real Ariquemes - São Raimundo(PA) e Caxias) este último é preciso abrir um parêntese em virtude do comportamento nada provincial da torcida, imprensa e alguns jogadores.

No jogo de ida, aconteceu de tudo. Fogos na madrugada, desrespeito dentro e fora de campo e a inaceitável xenofobia, comportamento reprovável em pleno século XXI. Pois Bem. Ao desreipeitarem os nortistas com palavras de baixo calão, xingamentos e preconceito, transformaram um mal, no mais lindo resgate do amor de um estado, a um time de futebol.

Quando 44 mil pessoas lotaram a Arena da Amazônia no jogo do Acesso à Série C, algo de diferente aconteceu; O Amazonas deixou 20 anos de humilhação para ser destaque da mídia nacional.

De volta ao Jogo contra a Jacuipense, cerca de 15 mil pessoas viram a partida truncada, pegada, emocionante e leal. O time baiano, foi um adversário digno, só em alguns momentos jogadores perderam a cabeça com a competência do Manaus FC, o que ocasiou a expulsão do zagueiro da jacuipense.

O primeiro tempo.

Nos primeiros 15 minutos, a partida foi estudada e aos poucos, os times sairam para o ataque. Porém, num primeiro tempo de sonolência, algumas jogadas foram realizadas por Rossini, Hamilton e Dolen. O Gavião do Norte ameaçou algumas vezes a meta do goleiro baiano, no entanto, o primeiro tempo acabou zero a zero.

Etapa final, pênalti e classificação!

Quando a bola rolou no segundo tempo, o time de Fajardo implementou um novo ritmo. Rossini infernizou a zaga adversária com  Hamilton e Dolen trocando passes precisos. A zaga do Manaus com Spice e Martoni não sofreu nenhuma ameaça real de gol, apenas lances esporádicos da Jacuipense.

O destino reservou na jogada de Rossini, a vaga na final histórica da série D.  Depois de um lance rápido na entrada da área, a bola pegou claramene na mão do defensor da Jacuipense. Aí , coube ao Meia Hamilton bater o penalti e sacramentar a vitória do Gavião do Norte. Com categoria, o meia do Manaus FC deslocou o goleiro e correu para o abraço.

Venceu um povo. Venceu um estado. Venceu uma cidade. Venceu um Clube. Como diria Zagalo, "Vão ter que nos Engolir".

Parabéns Manaus FC, Finalista da Série D !

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença