Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
07/03/2019 | 20:02 - Amazonas / Cidades

AM. Manaus registra o carnaval menos violento dos últimos anos

Roberto Carlos / Secom

A Polícia Civil contou com um efetivo de 300 policiais entre delegados, investigadores e escrivães. Durante o desfile das escolas de samba, a infraestrutura de fiscalização e acompanhamento das ações foi reforçada no Sambódromo, com a instalação de uma base do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) no local, que ficou responsável por monitorar e dar o suporte para todas as ações do sistema de Segurança Pública.

 

Com emprego diário de efetivo extra de mais de 1,2 mil servidores, a operação dos órgãos do sistema de segurança para o Carnaval 2019 terminou na quarta-feira (06/03) com êxito, em Manaus. Segundo monitoramento da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), os dias de folia foram marcados por redução nos principais indicadores de criminalidade. Estupro (-50%), homicídio (-43,8%), roubos (-27,6%) e furtos (-17,4%) apresentaram queda na comparação com o carnaval do ano passado.

 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança, junto com a população está comemorando a diminuição nos indicadores de violência, graças ao trabalho preventivo na Central Integrada de Fiscalização, bem como ao aumento de efetivo das Polícias Militar e Civil e Detran nas ruas da cidade, afirmou o secretário da SSP-AM, coronel Louismar Bonates, durante apresentação de um balanço da operação na manhã desta quinta-feira (07/03), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Petrópolis, zona sul.

 

O secretário destacou, ainda, a conscientização da população. “Quero parabenizar a população e todos os blocos que se organizaram e fizeram desse ano um carnaval de paz e de alegria”, disse Bonates.

 

No período de carnaval, as polícias Militar e Civil efetuaram 110 flagrantes, com 244 maiores detidos e 34 menores apreendidos envolvidos em diversos tipos de ocorrências. Houve também a recuperação de 17 veículos com restrição de roubo e furto, a apreensão de mais de 40 quilos de entorpecentes, 20 armas de fogo e mais de 140 munições. Os dados incluem prisões efetuadas entre a sexta-feira (01/03) e a noite de quarta-feira (05/03). Foram realizadas mais de 16,5 mil abordagens a mototáxis, 18 mil a taxis, 1,2 mil a microônibus.

 

Conforme o monitoramento realizado pela SSP-AM, de sexta-feira até a manhã de ontem, a capital registrou nove homicídios, sete casos a menos que no carnaval de 2018, quando ocorreram 16 homicídios no mesmo período. Este ano, foram registrados quatro casos de estupro (-50%), 436 ocorrências de furto (-17,4%) e 388 ocorrências de roubo (-27,6%). É importante frisar que os dados se referem às ocorrências registradas em toda a capital e não só no perímetro das festas.

 

Fiscalização às bandas

A Central Integrada de Fiscalização, que atuou na capital vistoriando se as bandas e blocos estavam cumprindo as regras da portaria conjunta do Carnaval 2019, notificou 22 bandas, interditou 12 e conduziu três organizadores para Distritos Integrados de Polícia por falsificação de autorização. As operações ocorreram de janeiro a março. Nelas os órgãos também autuaram 22 estabelecimentos, como bares, e interditaram três por falta de licenças.

 

Esquema de segurança - O efetivo do Sistema de Segurança contou com aproximadamente 1,7 mil servidores, entre policiais civis, militares, bombeiros e agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) atuando para garantir a segurança dos foliões em bandas e blocos de rua, além do desfile das escolas de samba de Manaus.

 

A Polícia Militar contou com um reforço de 800 homens, diariamente, além do efetivo que já atua normalmente na cidade. Policiais das Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) e das tropas especializadas - Cavalaria, Canil, Rocam e Choque estiveram em campo.

 

Nosso planejamento fez com que pudéssemos alocar os nossos policiais em vários blocos e bandas, inclusive no Sambódromo, e graças a esse planejamento, coordenação e integração conseguimos ter um carnaval de sucesso, tranquilo, com reduções nos indicadores de criminalidade, afirmou o comandante-geral da PM, coronel Ayrton Norte.

 

Fiscalização e controle

A Polícia Civil contou com um efetivo de 300 policiais entre delegados, investigadores e escrivães. Durante o desfile das escolas de samba, a infraestrutura de fiscalização e acompanhamento das ações foi reforçada no Sambódromo, com a instalação de uma base do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) no local, que ficou responsável por monitorar e dar o suporte para todas as ações do sistema de Segurança Pública.

 

Além disto, a Delegacia Móvel da Polícia Civil do Amazonas (PCAM) ficou posicionada em frente à Delegacia Geral (DG) para atendimento de ocorrências e Delegacias Especializadas em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI) e em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), que durante o período de carnaval funcionaram 24 horas por dia.

 

As delegacias de Crimes contra a Mulher (DECCM) e Homicídios e Sequestros (DEHS) tiveram reforço de plantão. Também foram Centrais de Flagrante os 1º, 6º, 12º, 14º e 19º Distritos Integrados de Polícia (DIPs), que atendem as ocorrências das zonas sul, norte, centro-sul, leste e oeste, respectivamente.

 

Um posto da Polícia Civil foi montado, a partir da sexta-feira, no quilômetro 42 da BR-174, para dar apoio ao trabalho da Polícia Rodoviária Federal, conforme explicou o delegado-geral, Lázaro Ramos. O planejamento foi fundamental para o sucesso dessa operação coordenada pela Secretaria de Segurança, afirmou.

 

Prevenção a incêndios

Para prevenção e combate a incêndios, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) contou com 417 bombeiros - 287 na capital e 130 nos municípios do interior. Destes, 53 bombeiros militares atuaram no Sambódromo, no sábado, durante o desfile das escolas de samba.

 

O comandante-geral do CBMAM, coronel Danízio Valente, destacou a integração das forças de segurança. O corpo de bombeiros atuou com as vistorias nos blocos e locais onde haveria as brincadeiras de carnaval. A partir da prevenção, conseguimos reduzir bastante o número de ocorrências em relação ao ano passado, disse.

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença