Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
11/09/2018 | 16:46 - Amazonas / Educação

AM. Manaus destaca estratégias para elevar a qualidade do ensino e os índices educacionais

Lton Santos - Semed

A escola Francisca Pereira atende, aproximadamente, mil alunos, do 1º ao 9º ano, nos três turnos. Genivaldo reforça que, ao longo do ano de 2017, a escola trabalhou com atenção especial aos alunos que iriam fazer a prova, realizando simulados quinzenais, o que contribuiu substancialmente para o bom resultado alcançado.




O incentivo à leitura, o trabalho de combate ao abandono, o reforço escolar com acompanhamento individualizado e a participação da família no processo de ensino e aprendizagem foram as principais estratégias pedagógicas adotadas pela Prefeitura de Manaus para elevar a qualidade da educação básica na capital, que atingiu as maiores notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), na semana passada.

 

Manaus alcançou o 9º lugar entre as capitais brasileiras, com os índices de 5,8 nos Anos Iniciais e 4,7, nos Anos Finais do ensino fundamental, o que representa um crescimento de 41% e 52%, respectivamente. Com isso, a capital amazonense ultrapassou a meta que havia sido estabelecida pelo MEC para ser atingida em 2021.

 

“O aprimoramento nos nossos processos educacionais tem sido contínuo e é uma política de governo voltada para o futuro, para o pleno desenvolvimento social e econômico da nossa cidade, que só pode ser alcançado por meio da educação”, defende o prefeito Arthur Virgílio Neto. “E, no que depende de nós, gestores públicos, Manaus avançará ainda mais, a partir do investimento em novas unidades escolares, na valorização do professor e em novas ferramentas educacionais, que formam o nosso tripé da educação de qualidade”, completa o prefeito, fazendo referência ao Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem).

 

A Escola Municipal Professora Lea Alencar Antony, no bairro Cidade Nova, zona Norte de Manaus, que atende aproximadamente 200 alunos no 1º ao 5º ano do ensino fundamental, nos turnos matutino e vespertino, foi a escola da rede municipal de Manaus com a melhor índice no Ideb, alcançando a nota 8,1.

 

Gestora da unidade há 18 anos, Darci Silvia Correia destaca como pontos principais do trabalho desenvolvido por ela e a equipe pedagógica que dirige, composta por uma pedagoga e oito professores, o comprometimento com o cumprimento do currículo e o trabalho de reforço escolar realizado com os alunos de forma personalizada.

 

“Fazemos um trabalho muito forte de reforço com os alunos, com acompanhamento individual. Também incentivamos bastante a leitura. Cada turma, por exemplo, tem um horário reservado na biblioteca. Também nos preocupamos com o cumprimento do currículo, por isso evitamos perder dias de aula. As festas que realizamos estão todas previstas no nosso calendário, sem prejuízo das aulas”, detalha Darci.

 

A diretora também chama a atenção para a importância da participação da família na vida escolar das crianças e adolescentes. Segundo ela, a presença dos pais, avós, tios e responsáveis é fundamental para o bom rendimento dos estudantes, o que reflete diretamente no desempenho das avaliações escolares.

 

Opinião semelhante tem o diretor da Escola Municipal Professora Francisca Pereira de Araújo, no bairro Parque das Nações, zona Norte de Manaus, Genivaldo Lira Lacerda. Atuando como gestor da unidade há cinco anos, ele fala que sempre busca ressaltar com os familiares a importância de incentivar os estudantes a se dedicarem aos estudos. A unidade de ensino obteve o maior índice (6,5) dentre as escolas que atuam com os Anos Finais.

 

“Procuramos sempre chamar a atenção dos pais para o fato de que a educação promove, futuramente, a melhoria nas condições de vida da família. Por isso, trabalhamos para que os pais participem da vida dos alunos na escola”, comenta Genivaldo.

 

A escola Francisca Pereira atende, aproximadamente, mil alunos, do 1º ao 9º ano, nos três turnos. Genivaldo reforça que, ao longo do ano de 2017, a escola trabalhou com atenção especial aos alunos que iriam fazer a prova, realizando simulados quinzenais, o que contribuiu substancialmente para o bom resultado alcançado.

 

Ações fortalecedoras

 

Para alcançar tais resultados, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) trabalha com planejamento, avaliação e monitoramento dos alunos e correção imediata de pontos com deficiências. Para isso, foram criados mecanismos, como a Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE), que em 2017 contou com a participação de, aproximadamente, 80 mil estudantes. A ação é realizada nas unidades da rede, três vezes ao ano, em que a proficiência dos alunos do 3º, 5º, 7º e 9º, nas disciplinas de Português e Matemática, é analisada e, a partir dos resultados, ações são tomadas especificamente para a melhoria de pontos em que haja a necessidade de intervenção.

Além disso, a Semed tem, atualmente, uma série de parcerias que contribuem para os bons índices alcançados pela rede municipal de ensino de Manaus. Desde 2014, alunos das escolas municipais são atendidos pelos programas de distorção idade/série e reforço escolar ‘Acelera’, ‘Pit Stop’ e ‘Se Liga’, desenvolvidos pelo Instituto Ayrton Senna. No total, mais de 10 mil alunos já foram beneficiados.

 

Outra parceria que vem gerando resultados satisfatórios é com a Fundação Lemann, responsável pela plataforma digital Khan Academy, que possibilita aos estudantes e professores da rede municipal o estudo e ensino da matemática de forma online e off-line, em um site que disponibiliza 2 mil videoaulas e 300 mil exercícios de matemática. A plataforma Khan Academy é utilizada em 110 unidades de ensino e, atualmente, mais de 16 mil alunos da rede municipal utilizam a plataforma dentro e fora da sala de aula.

 

O ‘ProFuturo – Aula Digital’, parceria com a Fundação Telefônica Vivo, que está presente em 210 unidades de ensino, também tem proporcionado melhorias no processo de ensino dos alunos das unidades municipais beneficiadas. O programa oferece às escolas uma maleta interativa com notebook, tablets, roteador, mini projetor, nobreak e tela de projetor, que é utilizada pelos professores, tornando as atividades em sala de aula mais interativas e proveitosas. Além da parte técnica, o programa também certificou mais de 800 professores, que receberam formação para o uso dos materiais e desenvolvimento de aulas mais interativas. 

Semed

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença