Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
12/11/2018 | 23:49 - Amazonas / Cidades

AM. Fundo Manaus Solidária realiza primeira oficina ‘Sabor Solidário’, em Cozinha Comunitária

Karla Vieira / Manaus Solidária

A oficina foi ministrada pela chefe Selma Reis, e teve como objetivo ensinar receitas de baixo custo e com ingredientes regionais para moradores de áreas menos favorecidas e microempreendedores. Cozinheira de “mão cheia”, Selma contou um pouco sobre sua trajetória profissional, como optou pela culinária regional e ensinou os alunos a fazer geleia de cupuaçu, bolo pega-marido e pudim de iogurte. Formada em Economia, Selma falou ainda sobre a importância do capital de giro para fazer o negócio prosperar.

 

Quando se fala em solidariedade, normalmente, o que vem à mente é a necessidade de dar alimento a quem precisa, porém ser solidário vai muito além disso, e é por isso que o Fundo Manaus Solidária, juntamente com a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), realiza o projeto “Sabor Solidário”. A primeira edição da oficina Sabor Solidário ocorreu nesta segunda-feira, 12/11, na Cozinha Comunitária do Santo Agostinho, rua Jericó, Santo Agostinho, zona Oeste, e contou com a participação de 23 pessoas. A iniciativa é destinada a profissionais das Cozinhas Comunitárias, da Prefeitura de Manaus, e também a microempreendedores do entorno dessas unidades do município, que trabalham com culinária.

 

Um dos diferenciais da oficina Sabor Solidário é a participação de chefes de cozinha renomados da cidade. Participam do projeto os chefes Selma Reis (Zefinha Amazonas), André Parente (Cachaçaria do Dedé), Hiroya Takano (Shin Suzuran), Felipe Schaedler (Banzeiro Comida Amazônica) e Fernando Pio (Alquimia Arte Culinária).

 

A oficina foi ministrada pela chefe Selma Reis, e teve como objetivo ensinar receitas de baixo custo e com ingredientes regionais para moradores de áreas menos favorecidas e microempreendedores. Cozinheira de “mão cheia”, Selma contou um pouco sobre sua trajetória profissional, como optou pela culinária regional e ensinou os alunos a fazer geleia de cupuaçu, bolo pega-marido e pudim de iogurte. Formada em Economia, Selma falou ainda sobre a importância do capital de giro para fazer o negócio prosperar.

 

“Eu trabalhava em uma fábrica do Distrito, ganhava bem, mas as coisas mudaram e eu me vi tendo que ter mais uma alternativa de renda para ajudar o meu marido na época e cuidar dos meus três filhos. Foi aí que a cozinha virou renda. Ofereci para os meus amigos a minha culinária, fui criando meu capital de giro e as coisas foram prosperando. Hoje a minha renda vem da gastronomia. Pra mim, cozinhar tem que ser descomplicado, acessível e saboroso. É um pouco disso dessa mensagem que quero deixar”, resumiu.

 

Relevância

 

Coordenadora do programa das Cozinhas Comunitárias da Semmasdh, Maria Cleonice Freitas agradeceu à iniciativa do Fundo Manaus Solidária e afirmou que as oficinas irão agregar valores naquilo que as cozinheiras estão acostumadas a fazer na cozinha, além de despertar novas possibilidades de reaproveitamento e de renda. As Cozinhas Comunitárias são voltadas a pessoas em situação de vulnerabilidade social, mas não destina-se somente à questão nutricional. O projeto também recebe crianças para aulas de reforço e oferece cursos de alfabetização para idosos.

 

Para Carla Araújo, 42, o projeto Sabor Solidário é uma oportunidade para ajudar a solucionar os problemas financeiros da família. Desempregada, Carla tem procurado formas de recuperar a renda e se manter. “Não sou cozinheira, mas é uma oportunidade para mudar de vida. Posso vender bolo, montar uma barraquinha. Quando a gente está desempregada, a pior coisa é ficar em casa, você fica muito triste e eu não quero isso para minha vida. Eu quero vencer, conquistar e realizar meus sonhos”, afirmou.

 

A oficina “Sabor Solidário” soma o conhecimento de vários parceiros especialistas em diferentes áreas da gastronomia, nutrição e negócios para dividir com pequenos empreendedores e com o público final, moradores de áreas menos favorecidas da cidade, receitas simples e acessíveis. As oficinas ainda serão realizadas nos dias 13, 26, 27 e 28 deste mês, no Restaurante Comunitário do Parque do Idoso e nas cozinhas comunitárias da Colônia Antônio Aleixo, da Colônia Oliveira Machado e da Vila da Felicidade, no Mauazinho.

 

Além do Fundo Manaus Solidária e da Semmasdh, o projeto conta com a parceria da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) e da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). 

FMS

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença