Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
22/06/2019 | 21:28 - Amazonas / Polícia

AM. Em três meses, Derfv localiza 59,4% das motos roubadas ou furtadas no Amazonas

Divulgação - SSP-AM

Outro alerta que a Derfv faz em relação a esses consumidores é se certificar a cerca dos documentos apresentados. Muitas vezes, nesses sites de compra e venda, as pessoas demonstram apenas um extrato que é copiado do site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Esse documento não comprova a procedência do veículo, disse o delegado Cícero Túlio.

 

Nos últimos três meses, a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), da Polícia Civil, localizou 385 motocicletas roubadas ou furtadas no Amazonas. O número corresponde a um êxito de 59,41% nas ações da Especializada. No mesmo período, foram roubadas 302 motocicletas e furtadas outras 346 motos em todo o Estado. Os veículos roubados ou furtados são adulterados e passam a ser comercializados, especialmente, em sites de compra e venda.

Para evitar a comercialização irregular de motocicletas fruto de crimes, o titular da Derfv, delegado Cícero Túlio, alertou a população sobre os cuidados que devem ser adotados antes da compra destes veículos, especialmente em sítios eletrônicos.

Inicialmente, a população deve evitar realizar a compra e venda de veículos em locais ermos, em postos de combustíveis. Orientamos, ainda, para que o comprador tente identificar quem é o proprietário que consta no documento do veículo  caso não seja a pessoa que esteja vendendo a motocicleta, o comprador deve tentar chegar até essa pessoa para verificar a procedência desse veículo, explicou o delegado.

Ele informou que os compradores de motocicletas devem verificar os sinais de identificação do veículo, no motor, verificando se há riscos ou se os números estão adulterados, além de uma análise da documentação apresentada.

Outro alerta que a Derfv faz em relação a esses consumidores é se certificar a cerca dos documentos apresentados. Muitas vezes, nesses sites de compra e venda, as pessoas demonstram apenas um extrato que é copiado do site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Esse documento não comprova a procedência do veículo, disse o delegado Cícero Túlio.

Verificação

Caso haja desconfiança com relação à procedência do veículo, a população pode procurar a Derfv, localizada na avenida Professor Nilton Lins, s/nº, Flores, o Detran, na avenida Mário Ypiranga, no Parque Dez, ou as unidades de fiscalização e vistoria vinculadas ao Detran.

Alertamos a população para que tenha esses cuidados, verifique todos esses sinais antes de tentar empreender esforços para comprar esses veículos, orientou o titular da Especializada.

Denúncias sobre crimes podem ser feitas, de forma sigilosa e gratuita, através do 1818. A Derfv também recebe denúncias pelos números (92) 3216-7312 e pelo WhatsApp (92) 99962-2442. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença