Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
29/03/2019 | 10:40 - Amazonas / Saúde

AM. ‘Dia D’ contra a Influenza será neste sábado, 30, e grávidas apresentam menor percentual de imunização

José Nildo/Semsa

“Já vacinamos mais de 291 mil pessoas, o que equivale a 63,98% do público-alvo, o que é muito bom. Por outro lado, grávidas formam o grupo que apresenta o menor percentual de vacinação e no qual as complicações podem ser gravíssimas para a mãe e para o bebê. Por isso faço um apelo para que as grávidas, em qualquer período da gravidez, compareçam aos postos de vacinação neste sábado”, destaca o prefeito Arthur Virgílio Neto, que estabeleceu que a meta de vacinação seja atingida em 15 dias na capital.

 

Como parte da estratégia para alcançar a meta de vacinar 90% das 455.083 pessoas dos grupos prioritários contra a Influenza, a Prefeitura de Manaus realiza neste sábado, 30/3, o ‘Dia D’ da campanha, reforçando a importância da imunização para grávidas. A preocupação se deve ao alto risco de complicações que a doença pode causar durante a gestação e porque, desde o início da vacinação, esse é o grupo com menor percentual de imunização, 43%. Crianças de seis meses a menores de seis anos e idosos também recebem atenção especial por estarem mais suscetíveis a agravamentos.

 

“Já vacinamos mais de 291 mil pessoas, o que equivale a 63,98% do público-alvo, o que é muito bom. Por outro lado, grávidas formam o grupo que apresenta o menor percentual de vacinação e no qual as complicações podem ser gravíssimas para a mãe e para o bebê. Por isso faço um apelo para que as grávidas, em qualquer período da gravidez, compareçam aos postos de vacinação neste sábado”, destaca o prefeito Arthur Virgílio Neto, que estabeleceu que a meta de vacinação seja atingida em 15 dias na capital.

 

A abertura do ‘Dia D’ da Campanha de Vacinação contra a Influenza (vírus H1N1) será às 9h, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Arthur Virgílio Filho, localizada na Travessa 10, nº 3.015, no bairro Amazonino Mendes. Em toda a cidade haverá 200 postos funcionando das 8h às 17h, onde as pessoas dos grupos prioritários poderão receber a imunização. A lista com os endereços dos locais de vacinação está disponível no site da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), no link https://semsa.manaus.am.gov.br, basta clicar no banner H1N1.

 

“Inicialmente estávamos trabalhando com um número maior de locais para essa ação, mas o bom desempenho da campanha nesses seis dias e meio nos levou a decidir pela redução no quantitativo de postos. Nossos técnicos da Sala de Situação fizeram um levantamento das áreas onde a cobertura não foi tão boa e será nesses locais que concentraremos nossos esforços. É claro que a vacina estará disponível em todas as salas e em locais extras, inclusive com postos volantes. Todos dos grupos receberão a vacina e esperamos que até antes do prazo de 15 dias estabelecido pelo prefeito Arthur Virgílio Neto”, informa o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

 

Informe

 

O Informe Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), da Sala Municipal de Vigilância em Saúde, divulgado na manhã desta quinta-feira, 28/3, indica que em Manaus, até o dia 27, já haviam sido vacinadas 291.173 pessoas, o equivalente a 63,98% do total estimado pelo Ministério da Saúde, de 455.083. A meta estabelecida pelo MS é imunizar 90% deste total, o que representa 409.574.

 

De acordo com o informe, o grupo das grávidas requer atenção redobrada porque continua sendo o de menor percentual de vacinação, 43%. O grupo de crianças de seis meses a menores de seis anos também terá intensificação na vacinação porque só foram vacinadas 114.014 das 191.678 crianças que precisam receber o imunizante. Os grupos de professores e idosos registram os maiores números percentuais de imunização – 84,09% e 74,90% respectivamente.

 

O Informe Epidemiológico aponta, ainda, a elevação, de 49 para 60, no número de mortes por SRAG, sendo 31 por Influenza; 13 por Vírus Sincicial Respiratório (VSR); 14 por outro agente etiológico e/ou não especificado; e duas por outros vírus respiratórios.

 

Alerta por SMS

 

Por meio de uma parceria entre Semsa, Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad) e a Oi – operadora de telefonia que atende a Prefeitura de Manaus, um total de 600 mil celulares receberam nesta quinta-feira mensagem de texto, com um link informando sobre a localização das Salas de Vacina pelas diferentes zonas de Manaus, a fim de que o público-alvo possa se dirigir a elas e garantir sua dose.

 

De acordo com o secretário da Semad, a parceria visa atender à determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto para que todas as secretarias municipais reúnam esforços para o enfrentamento ao H1N1. “Pela parceria, os SMSs enviados saíram a custo zero para o contrato de telefonia da prefeitura, gerenciado pela Semad. Nesta semana, também, colocamos à disposição da Semsa 198 bolsistas do Programa Bolsa Universidade para apoio à campanha de vacinação”, destacou Lucas Bandiera.

 

A expectativa é que o serviço corrobore para a intensificação dos esforços para atingir o número previsto de pessoas dos chamados grupos prioritários da vacina, ou seja, as parcelas da população mais vulneráveis às complicações da gripe Influenza, que podem ser fatais: grávidas, crianças, mães de recém-nascidos, idosos, portadores de doenças crônicas, trabalhadores da saúde e professores.

 

“Estamos buscando todos os recursos possíveis, desde a antecipação da campanha até um serviço de alerta da população. As pessoas dentro dos grupos prioritários precisam receber a sua dose da vacina, se quisermos evitar novas vítimas fatais e garantir o bem-estar do povo manauara”, alerta Magaldi.

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença