Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS VÍDEOS RÁDIO
notícias
25/11/2017 | 19:16 - Amazonas / Polícia

AM. Delegado-geral fala sobre homicídio ocorrido em casa noturna envolvendo um Policial Civil

LUIZA MARIA/PC-AM

De acordo com Mariolino Brito, após o fato, o delegado foi conduzido ao 19º DIP, onde foi autuado em flagrante por homicídio doloso e lesão corporal. A Policia Civil está consternada pelo ocorrido, pois ele representa um caso isolado envolvendo a instituição. Todos os procedimentos cabíveis foram instaurados, e o delegado foi flagranteado e será encaminhado à Audiência de Custódia ainda na tarde de hoje. Essa situação não representa a conduta dos policiais civis, por isso está sendo realizada uma apuração exemplar na forma da Lei.

 

O delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito, e a corregedora-geral da Polícia Civil na Corregedoria-Geral do Sistema de Segurança Pública do Amazonas, delegada Iris Trevisan, falaram durante coletiva de imprensa, realizada na manhã deste sábado (25/11), às 10h, no prédio da Delegacia-Geral, sobre o homicídio envolvendo o delegado de Polícia Civil, Gustavo de Castro Sotero, 41, em uma casa noturna, situada na avenida São Jorge, bairro São Jorge, zona oeste da cidade. O advogado Wilson de Lima Justo Filho foi vítima de disparos de arma de fogo desferidos pelo policial civil. A vítima tinha 35 anos.

Conforme o delgado-geral, o caso foi registrado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), relatando que o crime ocorreu na madrugada deste sábado (25/11), às 2h40. Na ocasião, o delegado Gustavo efetuou disparos de arma de fogo, dos quais quatro atingiram o advogado. Além de Wilson, outros três indivíduos, dentre eles a esposa da vítima, uma mulher de 31 anos, também foram atingidos pelos disparos, porém resistiram às lesões e foram encaminhadas ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, onde receberam o atendimento médico necessário. Os dois homens já receberam alta médica.

De acordo com Mariolino Brito, após o fato, o delegado foi conduzido ao 19º DIP, onde foi autuado em flagrante por homicídio doloso e lesão corporal. A Policia Civil está consternada pelo ocorrido, pois ele representa um caso isolado envolvendo a instituição. Todos os procedimentos cabíveis foram instaurados, e o delegado foi flagranteado e será encaminhado à Audiência de Custódia ainda na tarde de hoje. Essa situação não representa a conduta dos policiais civis, por isso está sendo realizada uma apuração exemplar na forma da Lei.

Procedimento administrativo - Segundo a corregedora-geral, o procedimento administrativo já foi adotado pela instituição, onde foi determinado a instauração do Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD), que tratam de casos mais graves que envolvem servidores dos órgãos de segurança pública.

A Corregedoria toma bastante cuidado com os procedimentos durante o seu processamento, ouvindo todas as partes envolvidas, analisando todas as provas materiais, para que não incorra nulidade futura. Após a conclusão do PAD, pode ocorrer uma punição, a nível de suspenção, advertência ou demissão, explicou Trevisan.

OAB-AM acompanha caso - O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Amazonas (OAB), Marco Aurélio Choy, presente na coletiva de imprensa, comentou que a OAB está acompanhando o caso e vai se habilitar na ação penal. A Policia Civil vem realizando um trabalho de forma apurada. É uma questão que o poder público está acompanhando, e me parece ser um caso absolutamente isolado, que não macula o bom trabalho da atividade policial, comentou Choy.

Fonte: Secom

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2017 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença