Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
24/05/2019 | 09:55 - Amazonas / Cidades

AM. Concurso do TJ-AM vai acontecer em novembro. Edital sai em Agosto.

Divulgação

De acordo com o presidente, os preparativos do concurso TJ/AM estão na reta final. A questão da contratação da banca organizadora, já foi resolvida. O nome da instituição escolhida dever ser anunciado em breve.

O Presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Yedo Simões, confirmou nesta quinta-feira, 23, a realização de concurso público em 2019. A previsão é que o edital seja lançado em agosto com vagas para ensino médio e superior, e os aprovados comecem a atuar em 2020.


De acordo com o presidente, os preparativos do concurso TJ/AM estão na reta final. A questão da contratação da banca organizadora, já foi resolvida. O nome da instituição escolhida dever ser anunciado em breve.

“O concurso está em fase final de contratação. Surgiram alguns entraves na questão orçamentária, para se enquadrar nas normas do TCU (Tribunal de Contas da União). Agora, já concluímos todas as normas e penso que até novembro iniciaremos as provas do concurso público”, informou o presidente em entrevista ao jornal Imediato.

Concurso TJ/AM será para níveis médio e superior

Conforme já divulgado pelo Juiz Alexandre Novaes, membro da Comissão Temporário de Atos Preparatórios para Concurso Público de Servidores do TJ-AM, a seleção será apenas para os cargos deAssistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

O magistrado adiantou ainda que o número de vagas será para nível médio, sobretudo para a capital Manaus.

“O maior número de vagas é para o nível médio. Há uma grande demanda, sobretudo, no primeiro grau nas varas e juizados, que é realmente onde há uma carência maior, porque é direcionado um maior número de processos”, informou o juiz.

TJ-AM acumula 368 cargos vagos

Segundo levantamento publicado em abril, o Tribunal de Justiça do Amazonas tem 368 cargos vagos que podem ser preenchidos com aprovados no novo concurso. Desse total, 201 são de Assistente Judiciários (nível médio) e 167 de Analistas Judiciários (nível superior).

Os dados ainda podem crescer em caso de aposentadorias, mortes ou exonerações de atuais servidores. Em entrevista coletiva realizada em novembro de 2018, o presidente Yedo Simões explicou que o ideal para o novo concurso seria abrir 400 vagas.

O Tribunal de Justiça do Amazonas, no entanto, está em processo deanálise do impacto dos novos servidores nas contas públicas.

“Nossos funcionários têm um salário alto em relação ao restante do país, em função do nosso plano de cargos e salários, e estamos tentando contornar isso. O ideal seriam 400 vagas. O problema é que o tribunal não comporta essas vagas com os salários que temos hoje”, justificou.

Segundo o presidente do tribunal, a intenção é que as nomeações de aprovados sejam imediatas. Para que o edital seja divulgado, o órgão ainda precisa escolher a banca organizadora. O concurso TJ-AM é prometido por Yedo Simões desde o início de sua gestão, em julho de 2018.

SCVP

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença