Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS VÍDEOS RÁDIO
notícias
21/09/2017 | 17:45 - Amazonas / Câmara Municipal de Manaus

AM. COMDEC vai realizar fiscalização nas embarcações regionais

Tiago Correa

Durante a reunião, que envolveu outros órgãos competentes para tratar o assunto, a Comissão propôs, ainda, que o Porto de Manaus e a Manaus Ambiental aumentem de cinco para dez, os pontos de abastecimento de água às embarcações. “Em breve faremos uma fiscalização nas embarcações, com o apoio da Anvisa, Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos (Arsam), Procom e outros órgãos ligados ao tema”, frisou o presidente da COMDEC.

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus (COMDEC/CMM) vai realizar uma fiscalização nas embarcações regionais, para averiguar a qualidade e controle da água potável oferecida à população usuária do transporte, disse o presidente da Comissão, vereador Álvaro Campelo (PP). A decisão, ocorreu após denúncia do surto de infecção intestinal, provocado pela má qualidade da água de consumo dos barcos, apontada pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), durante reunião, nesta quinta-feira (21), na Casa Legislativa.

Durante a reunião, que envolveu outros órgãos competentes para tratar o assunto, a Comissão propôs, ainda, que o Porto de Manaus e a Manaus Ambiental aumentem de cinco para dez, os pontos de abastecimento de água às embarcações. “Em breve faremos uma fiscalização nas embarcações, com o apoio da Anvisa, Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos (Arsam), Procom e outros órgãos ligados ao tema”, frisou o presidente da COMDEC.

O coordenador Regional da Anvisa, Flávio Almeida, que pediu providencias urgentes na busca de alternativas para resolver o problema, destacou que o órgão tem sido notificado com surtos provocados pela ingestão de água contaminada oferecida pelas embarcações. “A nossa preocupação é que as  queixas da população em relação à qualidade da água dos barcos tem aumentado. Precisamos buscar alternativas para o fornecimento de água de boa qualidade às embarcações do Porto de Manaus”, observou o coordenador.

De acordo com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), numa embarcação, com destino à Itacoatiara (distante 176,09 quilômetros de Manaus), houve um surto à bordo de infecção intestinal em 15 passageiros, provocado pela ingestão de água contaminada, causando uma morte, como informou Flávio Almeida.

O coordenado de Controle de Qualidade de Água da Manaus Ambiental, Eidi Nishiwaki, explicou que a concessionária fornece o serviço ao Porto de Manaus, à plataforma do Rodway e à plataforma das Torres, para abastecimento das grandes embarcações como os navios de cruzeiro e Ibero Star. Já o abastecimento às embarcações regionais só é realizado perante solicitação à gestão do Porto ou para a Manaus Ambiental.

“O que ocorre, é que, a água fornecida nas embarcações menores, ou está sendo abastecida clandestinamente, ou por meio de outras embarcações, ou se está utilizando a água do Rio Negro, a qual não atende a nenhum padrão de qualidade, causando doenças intestinais”, disse Nishiwaki, ao acrescentar, que é preciso buscar um meio de controle dentro dos recreios para o consumo de água saudável.

No próximo dia 5 de outubro, a Comissão de Defesa do Consumidor vai realizar outra reunião na Câmara, com a participação da Antaq, Arsam e Marinha para debater à questão, informou Álvaro Campelo.

Fonte: CMM

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2017 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença