Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
25/07/2019 | 19:11 - Amazonas / Cidades

AM. Atendimento em Libras já é realidade no Caimi Ada Viana

Divulgação

"Havia a necessidade de conversar com os nossos pacientes e não com o acompanhantes, e, saber deles sua história. Incluir e trabalhar para proporcionar melhor qualidade de vida foi o que nos fez buscar capacitação dos nossos servidores", disse a diretora da unidade.

 

O Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi) Ada Viana Rodrigues finaliza, nesta sexta-feira (26/07), a segunda turma do curso da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em parceria com a Escola Técnica do Sistema Único de Saúde (SUS). Ao todo, 40 servidores da unidade agora podem se comunicar melhor com pacientes que utilizam a língua brasileira de sinais.

De acordo com a diretora do Caimi, Gerlane da Costa, um dos objetivos do curso é cumprir o princípio do (SUS) de universalidade, melhorando o atendimento para a comunidade surda que procura a instituição.

Com o ensino do curso da Libras instrumental, os servidores aprenderam a ter noções de atendimento ao público na saúde. Um levantamento das necessidades de capacitação do servidores foi feito para a escolha do curso, segundo relatou a diretora. Cada turma teve 20 servidores capacitados durante 15 dias de aula, com 4 horas diárias.

"Havia a necessidade de conversar com os nossos pacientes e não com o acompanhantes, e, saber deles sua história. Incluir e trabalhar para proporcionar melhor qualidade de vida foi o que nos fez buscar capacitação dos nossos servidores", disse a diretora da unidade.

A agente administrativa. Anne Caroline Falcão, destacou que o curso promove a quebra de uma barreira importante na relação entre o paciente - a comunicação.

"A agora a gente pode chegar a todo público. É oportunidade da pessoa ser atendida de forma digna, respeitável, com qualidade e tendo toda a compreensão do que ela está sentindo e passando. Até porque o próprio SUS é universal deve ser abrangente e não deve ter preconceito" disse a participante do curso.
 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença