Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
03/06/2019 | 14:40 - Amazonas / Economia

AM. Amazonprev registra ‘corre-corre’ de aposentados após suspensão de benefícios

Divulgação/Amazonprev

A ex-professora aposentada Júlia Barbosa, de 55 anos, por exemplo, resolveu regularizar sua situação logo cedo. Ela relatou que a suspensão do seu benefício foi provocada por um problema de documentação. “Estava esperando a renovação da minha identidade e, quando saiu, alguns dos meus dados estavam errados. Então fui obrigada a aguardar novamente e não pude vir fazer o recadastramento”, contou a aposentada.

 

Dos mais de 2,5 mil segurados com aniversários em maio, pelo menos 700, entre aposentados e pensionistas, ficaram de fora da folha de pagamentos do mês. Parte desse público lotou o setor de atendimento do Fundo Previdenciário do Estado do Amazonas (Amazonprev), na manhã desta segunda-feira (3/6), para a regularização do processo de recadastramento obrigatório. A falta de atualização acarreta suspensão do pagamento dos benefícios concedidos aos aposentados, que só terão o pagamento regularizado após o procedimento.

A ex-professora aposentada Júlia Barbosa, de 55 anos, por exemplo, resolveu regularizar sua situação logo cedo. Ela relatou que a suspensão do seu benefício foi provocada por um problema de documentação. “Estava esperando a renovação da minha identidade e, quando saiu, alguns dos meus dados estavam errados. Então fui obrigada a aguardar novamente e não pude vir fazer o recadastramento”, contou a aposentada.

Na contramão dos retardatários, há quem tenha se adiantado para proceder com o recadastramento. Foi o caso da também ex-professora, Nadira Alves, 63, que faz aniversário em junho e resolveu se regularizar na Amazonprev logo no início do mês. “Eu faço aniversário dia 16 e viajo na semana que vem, então vim logo fazer o recadastro para poder ficar livre”, comentou.

Recomendação

O recadastramento atesta a prova de vida do beneficiário e é uma obrigação estipulada pela Lei Complementar 30/2001. O aposentado ou pensionista pode realizá-la ao longo de todo o mês de seu aniversário, mas o não cumprimento resulta na suspensão do benefício pela instituição previdenciária.

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença