Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
08/04/2019 | 21:26 - Amazonas / Educação

AM . Seduc-AM lança campanha para combater o bullying nas escolas

Divulgação / Seduc-AM

Durante o mês de abril, a Seduc-AM terá uma programação voltada para a temática de combate ao bullying. Além de material informativo, como cartazes, vídeos, conteúdo digital e material pedagógico para subsidiar o trabalho nas escolas, a Seduc-AM irá promover, na próxima segunda-feira (15/4), um workshop com psicólogos, pedagogos e assistentes sociais que atuam nas sete coordenadorias de ensino.

 

Em alusão Dia Nacional de Combate ao Bullying,  ocorrido em 07 de abril, o secretário de Estado, Luiz Castro, lançou, nesta segunda-feira (8/4), a campanha Bullying não é brincadeira  Pratique o respeito nas escolas. Com atividades durante todo mês, o foco da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) é o fortalecimento das ações de prevenção e combate às violências.

 

O evento de lançamento aconteceu no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), localizado no Centro de Manaus, onde foi apresentada aos psicólogos, coordenadores, gestores e assistentes sociais que atuam na rede, a Coordenação Psicossocial na Seduc-AM. Quando assumiu, a atual gestão encontrou o serviço psicossocial sem uma coordenação, sendo desenvolvido somente pelas Coordenadorias Distritais, sem que houvesse orientação ou intervenção da gestão.

 

Segundo Luiz Castro, o objetivo da coordenação é planejar ações para toda a rede e integrar os trabalhos de maneira quantitativa e qualitativa para atingir os 420 mil alunos. Hoje é difícil até identificarmos onde precisamos melhorar nossas ações porque não há, de maneira coordenada, um trabalho que mapeie, que notifique os casos e nos permita enxergar melhor. Há uma boa intenção dos psicólogos e assistentes sociais que atuam nas coordenadorias, mas não há na Seduc-AM uma coordenação, ressaltou.

 

A presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputada estadual Therezinha Ruiz (PSDB), também participou do lançamento. Ela falou sobre a importância das ações para o combate às violências. Tanto na CMM quanto na Aleam, essa foi uma das bandeiras que fiz questão de defender, e fico feliz de ver um gestor preocupado com essa questão na Seduc, destacou Ruiz, que em seu primeiro mandato de deputada estadual foi autora da lei que instituiu a campanha permanente de combate ao bullying.

 

O evento de lançamento da campanha foi transmitido para o interior por meio do Centro de Mídias do Amazonas (Cemeam).

 

Programação

Durante o mês de abril, a Seduc-AM terá uma programação voltada para a temática de combate ao bullying. Além de material informativo, como cartazes, vídeos, conteúdo digital e material pedagógico para subsidiar o trabalho nas escolas, a Seduc-AM irá promover, na próxima segunda-feira (15/4), um workshop com psicólogos, pedagogos e assistentes sociais que atuam nas sete coordenadorias de ensino.

 

Como parte das ações, a Secretaria Executiva Adjunta Pedagógica (Seap) está desenvolvendo um planejamento para que todas as escolas desenvolvam atividades com base na política pedagógica adequada e que melhor condiz com a realidade. Todas as escolas que já desenvolvem atividades poderão continuar. O que nós queremos é oferecer nossa proposta para guiar essas atividades ressaltou.

 

Concursados

Luiz Castro destacou, ainda, que pretende convocar os profissionais de psicologia e assistência social com prioridade. No edital do concurso, foram ofertadas 73 vagas, sendo 36 para psicólogos e 37 para assistentes sociais.


A convocação deverá ser feita até maio. Nós já temos a autorização do governador Wilson Lima para fazer essa convocação. O número de profissionais ainda é muito pouco comparado ao que nós precisamos, mas vamos nos esforçar e fortalecer o quadro o mais rápido possível, afirmou. Com a convocação, os municípios do interior receberão a maior parte do efetivo.


As próximas convocações devem acontecer conforme a necessidade da secretaria. No caso dos professores, por exemplo, as convocações estão previstas para acontecer com o encerramento dos contratos do Processo Seletivo Simples (PSS), que tem validade até o final do primeiro semestre. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença