Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
26/02/2019 | 12:49 - Amazonas / Educação

AM . Seduc-AM alerta para medidas de prevenção à gripe H1N1 nas escolas

Cleudilon Passarinho / Seduc-AM

O objetivo é informar professores, alunos e pais sobre medidas imediatas de prevenção e combate ao vírus da gripe comum e gripe A (H1N1), com alto potencial de transmissão nessa época de chuvas. O material pedagógico desenvolvido pela Seduc-AM tem por base as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) com cartilhas específicas para professores, gestores e alunos. A ação nas escolas também envolve a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS)

 

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) inicia nesta semana uma campanha educativa nas escolas para prevenção da gripe H1N1. Está sendo implantado um plano de ação diretamente na direção das escolas da rede, com cartilhas e material informativo, como parte das ações integradas do Comitê Estadual de Enfrentamento ao H1N1 desenvolvido pelo Governo do Amazonas com a Prefeitura de Manaus.

O objetivo é informar professores, alunos e pais sobre medidas imediatas de prevenção e combate ao vírus da gripe comum e gripe A (H1N1), com alto potencial de transmissão nessa época de chuvas. O material pedagógico desenvolvido pela Seduc-AM tem por base as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) com cartilhas específicas para professores, gestores e alunos. A ação nas escolas também envolve a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

O secretário de estado de educação, Luiz Castro, determinou que, para o interior, onde o acesso às informações pela internet é difícil e envio de material impresso pode demorar, seja utilizado o Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam). “Vamos utilizar todos os recursos para conscientizar o máximo possível. O Cemeam será uma importante ferramenta nesse processo porque chega com rapidez em áreas muito distantes que também precisam ser informadas”, ressaltou. Para iniciar as atividades no interior, está prevista para sexta-feira (01/03) uma transmissão via Cemeam com participação da FVS para tratar de medidas preventivas.

Segundo a coordenadora do Programa de Educação em Saúde na Escola da Seduca-AM, professora Delta Segadilha, as campanhas anuais costumam ter um impacto positivo na prevenção, mas esse ano as escolas pedem um cuidado ainda mais especial. “Iniciamos o plano de ação com cuidado redobrado devido aos registros recentes de casos na rede de saúde, mas sem motivos para pânico”, afirma.

Durante a semana os materiais informativos serão entregues nas escolas da capital com orientações pedagógicas para serem trabalhadas em sala de aulas e outras específicas para os gestores adotarem medidas mais amplas. Neste ano, também serão disponibilizadas cartilhas para as famílias dos alunos, com cuidados preventivos que podem ser tomados em casa.

Monitoramento - Até o momento não foram registrados casos de gripe H1N1 nas escolas da Rede Estadual em Manaus. A partir desta terça-feira, o acompanhamento está sendo feito de perto junto às coordenadorias distritais da Seduc, para monitorar quaisquer casos que possam surgir e oferecer apoio aos pais. A secretaria recomenda ainda que os pais que detectarem sintomas suspeitos informem imediatamente a direção da escola, para que seja feito o acompanhamento.

Prevenção nas escolas - Lavar as mãos com água e sabão, não compartilhar objetos de uso pessoal e espirrar cobrindo o nariz e a boca com o braço. Estas são algumas das medidas básicas para evitar a transmissão de doenças respiratórias como a gripe.

Sintomas - A gripe H1N1, assim como a gripe comum, é um vírus transmitido de pessoa para pessoa, principalmente por meio de tosse ou espirro e de contato com secreções respiratórias de indivíduos infectados. Os sintomas mais comuns são tosse e coriza acompanhados de dor muscular e nas articulações com febre imediata, que podem vir acompanhados de náuseas e irritação nos olhos.

Assim que detectados os sintomas, é recomendado buscar a rede de urgência e emergência da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e também unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que estão abastecidas com a medicação para o tratamento das síndromes gripais aguda.
 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença