Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
09/01/2018 | 19:17 - Amazonas / Polícia

AM . Polícia Civil prende autor de latrocínio que teve como vítima idosa de 84 anos

Erlon Rodrigues - PC-AM

Em 15 dias, a Derfd conseguiu retirar de circulação esse indivíduo de alta periculosidade, que é uma pessoa violenta. Tiago vivia no bairro Centro, sem residência fixa, mas com o trabalho investigativo realizado pela equipe da especializada, que não mediu esforços para elucidar esse caso, logramos êxito na prisão do infrator, ressaltou Adriano Felix.

 

 

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelos delegados Geraldo Eloi e Adriano Felix, diretor e titular, respectivamente, do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) e Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), falou na manhã desta terça-feira (9/1), durante coletiva de imprensa, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva em nome de Tiago Pereira Guimarães, 26, autor de latrocínio que teve como vítima a idosa Yolanda Tome Seabra, ocorrido no dia 22 de dezembro de 2017. A vítima tinha 84 anos.

 

De acordo com Adriano Felix, o crime ocorreu por volta das 13h, na casa onde a vítima morava, na Travessa do Caxangá, bairro Centro, zona sul de Manaus. O infrator foi preso pela equipe da Derfd no início da noite do último sábado (6/1), por volta das 18h, em via pública, na avenida Joaquim Nabuco, bairro Centro. Segundo a autoridade policial, o mandado de prisão preventiva por latrocínio em nome de Tiago foi expedido naquele mesmo dia, pela juíza Tânia Mara Granito, no Plantão Criminal.

 

Felix explicou que na ocasião do delito, o rapaz observou que a porta da frente do imóvel estava aberta e resolveu entrar na residência para roubar objetos do lugar. Tiago relatou, em depoimento, que durante a ação criminosa a vítima reagiu e travou luta corporal com ele. A idosa acabou caindo e, ao tentar levantá-la do chão, ela mordeu o braço dele, foi quando ele empurrou a idosa com mais força, ocasionando a fratura da vértebra cervical da vítima. Após a ação, Tiago levou do lugar uma TV de LCD e o celular da mulher, declarou o titular da Derfd.

 

Ainda conforme o delegado, a idosa chegou a ser socorrida por familiares. Ela foi levada ao Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado, na zona leste, onde acabou vindo a óbito na noite do dia 23 de dezembro de 2017, horas depois da ação criminosa. A autoridade policial informou que Tiago vendeu a televisão subtraída da casa da idosa por R$ 200 e o celular dela por R$ 50, para duas pessoas desconhecidas. Ele utilizou o dinheiro para comprar entorpecentes.

 

Em 15 dias, a Derfd conseguiu retirar de circulação esse indivíduo de alta periculosidade, que é uma pessoa violenta. Tiago vivia no bairro Centro, sem residência fixa, mas com o trabalho investigativo realizado pela equipe da especializada, que não mediu esforços para elucidar esse caso, logramos êxito na prisão do infrator, ressaltou Adriano Felix.

 

Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfd, o infrator será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

 

Reconhecimento 

Durante a coletiva, o diretor do DPM parabenizou o trabalho desempenhado pelos policiais civis que atuam na Derfd. A Polícia Civil do Amazonas está realizando seu trabalho, cumprindo seu dever, não somente nesse caso, mas também em outros acontecidos na cidade. Nessa ocorrência específica, foi um latrocínio onde uma idosa de 84 anos foi vítima e, em tempo recorde, os policiais da Derfd deram uma resposta positiva para a sociedade, enfatizou o delegado Geraldo Eloi.

 

Gratidão 

A professora de Ensino Médio e Superior Socorro Sarkis, filha da vítima, esteve presente na coletiva e agradeceu aos policiais civis da Derfd pela dedicação em elucidar o caso. No dia do crime a minha mãe ficou sozinha em torno de 40 minutos, enquanto eu tinha saído para resolver umas coisas. Quando cheguei na casa dela ainda a encontrei com vida. Nós a levamos ao hospital, onde ela permaneceu internada por mais de 24 horas, mas infelizmente acabou não resistindo. Agradeço as equipes da Derfd pelo empenho e dedicação em elucidar este crime. Mesmo no período de festas de fim de ano eles foram incansáveis. Toda a equipe foi atenciosa comigo, argumentou.

Fonte: PC-AM

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença