Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
22/04/2019 | 23:02 - Amazonas / Câmara Municipal de Manaus

AM . PL prevê local específico para venda de alimentos a pessoas com intolerância alimentar

Robervaldo Rocha – Dircom/CMM

Dados da Associação de Celíacos do Brasil (Acelbra), mostram que para cada 600 habitantes brasileiros, há um portador da doença celíaca, ou seja com intolerância à glúten e cerca de 40% da população brasileira têm intolerância à lactose. No Brasil, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) atualmente mais de 13 milhões vivem com a doença. Já na capital do Amazonas, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde do Amazonas (Semsa) cerca de 74 mil pessoas são diagnosticadas com diabetes.

 

Vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovaram parecer favorável da Comissão de Turismo, Indústria, Comércio, Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, ao Projeto de Lei 040/2018, de autoria do vereador Cláudio Proença (PR), que obriga estabelecimentos que comercializam produtos alimentícios colocar em local único, específico e com destaque os produtos destinados a pessoas com intolerância à lactose, glúten e diabéticos.

Cláudio Proença explica que o objetivo do projeto é destinar um setor do supermercado, corredor, gôndola, prateleira ou quiosque que contenha placa em local de fácil visibilidade, informando que aqueles produtos são destinados às pessoas com intolerância à lactose, glúten e diabéticos.

“Estas pessoas deixam de realizar a dieta adequada em razão da falta de produtos disponíveis no mercado ou em virtude da ausência de informação sobre a sua existência. Acredito que com a aprovação do projeto vamos dar um salto importante em relação a classificação desses produtos” afirma Cláudio Proença. O parlamentar destaca ainda, que as placas indicativas deverão classificar os produtos como diet, sem glúten e sem lactose.

Dados da Associação de Celíacos do Brasil (Acelbra), mostram que para cada 600 habitantes brasileiros, há um portador da doença celíaca, ou seja com intolerância à glúten e cerca de 40% da população brasileira têm intolerância à lactose. No Brasil, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) atualmente mais de 13 milhões vivem com a doença. Já na capital do Amazonas, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde do Amazonas (Semsa) cerca de 74 mil pessoas são diagnosticadas com diabetes.

Para a nutricionista Joselina Castro, o projeto vai beneficiar a classe de pessoas que são intolerantes à lactose, glúten e glicose. “Sem dúvida esse projeto além descomplicar a vida da população vai facilitar a escolha e trazer alternativas para essas pessoas. Elas vão poder se dirigir diretamente as gôndolas ou prateleiras e o produto vai estar exposto e não vão mais perder tempo procurando nos rótulos os componentes”, defende.

O projeto passou pelas Comissões de Finanças, Economia e Orçamento (CFEO) e de Saúde (COMSAU) e seguiu para Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus (CMM). 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença