Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
31/03/2019 | 16:50 - Amazonas / Saúde

AM . Caics e Caimis aplicaram 2,3 mil doses no Dia D de Vacinação contra o H1N1

Divulgação - Secom

“A população respondeu bem ao chamado da ação, mas sem grandes aglomerações, até porque as unidades já vêm disponibilizando a vacina ao longo de toda a semana. Nossas equipes estão bem empenhadas no trabalho e atuando em rede, com uma unidade apoiando a outra”, declarou Dayana Mejias.

 

No dia de mobilização da campanha de vacinação contra H1N1, 14 unidades da rede estadual de saúde, em Manaus, abriram para vacinar no sábado (30/03), das 8h às 17h. Ao todo, os 12 Centros de Atenção Integral à Criança (Caic) e dois Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi) aplicaram 2.381 doses no Dia D da campanha.

Os Caics e Caimis integram os 200 postos de vacinação disponíveis no sábado na capital. Ao longo de todo o dia, a secretária executiva adjunta da Capital, da Susam, Dayana Mejias, visitou as unidades da rede estadual que participaram da ação do Dia D, acompanhando o trabalho e orientando no acolhimento da população.

“A população respondeu bem ao chamado da ação, mas sem grandes aglomerações, até porque as unidades já vêm disponibilizando a vacina ao longo de toda a semana. Nossas equipes estão bem empenhadas no trabalho e atuando em rede, com uma unidade apoiando a outra”, declarou Dayana Mejias.

Já o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, acompanhou o Dia D em Rio Preto da Eva, ao lado do governador Wilson Lima, ocasião em que a prefeitura local também inaugurou a Unidade Básica de Saúde Edinaide Lopes, o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Hilda Siqueira Pinto e o Departamento de Vigilância em Saúde municipal.

Conforme o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), desde o início da campanha, em 20 de março, foram aplicadas cerca de 450 mil doses de um total de um milhão disponibilizadas ao Amazonas.

A dona de casa Francineide Rodrigues, de 38, foi a primeira a levar a filha de 5 anos para vacinar, no Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) Dr. Rubim Sá, no bairro Planalto, zona oeste. Para ela, o momento representou um alívio.

“Estava preocupada por causa dessa gripe. Então, agora, fico aliviada com ela vacinada”, disse Francineide. Desde que a vacina chegou a Manaus, a unidade foi abastecida com 900 doses.

No Caic José Carlos Mestrinho, no bairro Alvorada 2, também zona oeste, foi a vez da aposentada Valda Ferreira se imunizar. “Vim cedo, porque a gente não pode perder tempo”, disse a aposentada. A unidade está abastecida com 1.900 doses desde o início da vacinação.

Vacinação continua - A secretária adjunta ressalta que a vacinação seguirá em todo o Estado, até que a meta de vacinar pelo menos 90% do público-alvo seja atingida.

“O Dia D foi neste sábado, mas as pessoas devem continuar procurando as unidades de saúde do Estado e dos municípios para continuarmos imunizando a população-alvo, e juntos reduzirmos o número de casos de H1N1”, disse Dayana.

Prioritários - A vacina está disponível para crianças de 6 meses a menores de seis anos, gestantes, trabalhador de saúde e professores da rede pública e privada, indígenas, idosos com mais de 60 anos, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis; as portadoras de outras condições clínicas especiais como doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica,doença renal crônica, doença hepática crônica. A estimativa populacional para a campanha de vacinação contra a Influenza no Amazonas é de 1.103.723 pessoas que fazem parte do público-alvo definido pelo Ministério da Saúde. A meta da campanha é vacinar, no mínimo, 90% desse público.

Ao todo, são 1.535 salas de vacinação em todo o Estado. As salas estão localizadas em Unidades Básicas de Saúde da capital e do interior, onde a organização está a cargo de cada um dos 61 municípios, responsáveis pela vacinação.

Número de casos – Divulgada na sexta-feira (29/03), a 15ª edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), registrou 908 casos notificados, sendo 119 positivos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 163 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV).

Nesta edição, o número de óbitos por H1N1 passou para 32 (25 em Manaus e permanecem sem alteração no interior, sendo os três em Manacapuru, e Parintins, Itacoatiara, Japurá e Urucurituba com um caso cada).

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença