Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
10/02/2019 | 23:12 - Amazonas / Economia

AM ; Polo Industrial de Manaus fatura R$ 94 bilhões em 2018

Divulgação

Todos os cinco principais segmentos do PIM por representatividade de faturamento – Eletroeletrônico, Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico, Duas Rodas, Químico e Termoplástico – tiveram desempenho positivo em 2018, alcançando índices de crescimento que variaram entre 6,13% (Termoplástico) e 27,56% (Eletroeletrônico). Juntos, esses cinco segmentos representaram aproximadamente 80% do faturamento global do PIM.

 

 Consolidando as expectativas de recuperação com que iniciou o ano, o Polo Industrial de Manaus (PIM) fechou 2018 com faturamento de R$ 94,082 bilhões, o que representa um crescimento de 14,64% em relação ao faturamento obtido no ano de 2017 (R$ 82,070 bilhões). Em dólar, o resultado também foi positivo: os US$ 25.728 bilhões faturados em 2018 representaram ligeiro incremento de 0,17% em relação ao resultado de 2017 (US$ 25.685 bilhões).

 

As exportações do PIM no ano passado totalizaram US$ 532.994 milhões, o que corresponde a um crescimento de 10,74% na comparação com o desempenho de 2017, quando as vendas externas foram de US$ 481.318 milhões.

 

Todos os cinco principais segmentos do PIM por representatividade de faturamento – Eletroeletrônico, Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico, Duas Rodas, Químico e Termoplástico – tiveram desempenho positivo em 2018, alcançando índices de crescimento que variaram entre 6,13% (Termoplástico) e 27,56% (Eletroeletrônico). Juntos, esses cinco segmentos representaram aproximadamente 80% do faturamento global do PIM.

 

Com relação aos demais subsetores analisados pela SUFRAMA, o maior destaque foi o de Bebidas, que alcançou faturamento de R$ 2,502 bilhões em 2018 e crescimento de 169,36% na comparação com o resultado de 2017 (R$ 929,184 milhões).

 

Produtos

Em 2018, o PIM fabricou 11,8 milhões de unidades de televisores com tela de cristal líquido (LCD), o que corresponde a um incremento de 7,24% em relação ao resultado de 2017. Outros produtos do segmento Eletroeletrônico e de Bens de Informática, como telefones celulares (produção de 14,19 milhões de unidades e crescimento de 4,68%) e microcomputadores portáteis (746,1 mil unidades produzidas e crescimento de 31,93%), também foram destaques no período.

 

O segmento de Duas Rodas também teve resultados positivos em seus dois produtos mais representativos – motocicletas e bicicletas. No ano passado, o PIM fabricou 1,04 milhão de motocicletas, o que corresponde a um incremento de 18,23% na comparação com o desempenho obtido em 2017. As bicicletas, por sua vez, alcançaram 776,5 mil unidades e crescimento de 16,88% na produção.

 

Entre os principais produtos fabricados pelo PIM no ano, outros destaques foram os aparelhos condicionadores de ar tanto do tipo split system (3,19 milhões de unidades e crescimento de 5,03%) quanto do tipo janela (438,2 mil unidades e crescimento de 74,35%), bem como os aparelhos de barbear, cuja produção de 1,37 milhão de unidades representou um incremento de 25,45%.

 

Mão de obra

O Polo Industrial de Manaus encerrou 2018 com 86.062 trabalhadores empregados, entre efetivos, temporários e terceirizados. O resultado indica uma queda de 2,81% em relação a dezembro de 2017, quando 87.239 trabalhadores estavam empregados. Ainda assim, a média mensal de empregos diretos do PIM em 2018 ficou estabelecida em 87.727 trabalhadores – a melhor dos últimos três anos.

 

Na avaliação do superintendente da SUFRAMA, Alfredo Menezes, os resultados devem ser comemorados, sobretudo, diante do novo momento por que passa o Brasil, focado na recuperação da competitividade do setor produtivo, na geração de empregos e na atração e ampliação de investimentos. “O ano de 2018 registrou um novo marco em nossa série histórica de faturamento, que deixou para trás a sombra de uma terrível crise que se iniciou em 2014. Isso nos dá otimismo para 2019. Acreditamos que, no campo econômico, haverá espaço para um novo ciclo para os empreendimentos regionais”, afirmou Menezes.

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença